9 de jun de 2008

FAO ANUNCIA MAIS US$1,2 BI EM AJUDA INÚTIL PARA ÁFRICA


Um dos ensinamentos de Bahá'u'lláh é o ajuste dos meios de subsistência na sociedade humana. Sob este ajuste não pode haver extremos nas condições humanas relativas à riqueza e à subsistência.

O secretário-geral das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-Moon, estimou hoje que sejam necessários entre 15 a 20 milhões de dólares anuais para resolver a crise alimentar mundial, considerando que a Humanidade não pode fracassar na luta contra a fome.

ROMA, 4 JUN (ANSA) - O Programa Alimentar Mundial (PAM) da ONU irá destinar mais US$1,2 bilhão para ajudar as dezenas de milhões de pessoas atingidas pela crise dos alimentos em 62 países, anunciou Josette Sheeran, diretora-executiva do organismo, em uma mensagem por escrito aos participantes da Conferência da FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação) sobre Segurança Alimentar, Mudanças Climáticas e Bioenergia.
"Se não agirmos rapidamente, as milhões de pessoas na faixa de renda mais baixa irão virtualmente duplicar de um dia para o outro, devido a um poder de compra arrasado pela duplicação do preço da comida e dos combustíveis", disse Josette, que comanda o organismo que este ano irá destinar cerca de US$5 bilhões para ajudar quase 90 milhões de pessoas em 78 países.
Josette explicou que a agência está ajudando o mundo a enfrentar a crise triplicando o número de pessoas que recebem comida no Haiti, duplicando os beneficiados no Afeganistão e dando maior assistência alimentar na Somália, Etiópia e Quênia. (ANSA)

http://www.ansa.it/ansalatinabr/notizie/fdg/200806041153315380/200806041153315380.html


Obs. Se a fome não se multiplicar a economia divina descrita em Ap (13:17) não poderá ser criada.