27 de mai de 2008

Esperanto é candidato ao premio Nobel de outubro


Qual religião pagã poderá resistir ao clamor de Baha’u’llah? Até mesmo o Papa Bento XVI deu a bênção pascal desse ano em Esperanto. O pontífice pronunciou as palavras Feliĉan paskon en Kristo resurektinta, que em português significam Feliz Páscoa em Cristo Ressuscitado, isso comoveu muito o coração das massas esperantistas (foto).

...
A origem do Prémio Nobel da Paz

O magnata da indústria norueguesa Alfred Nobel (1833-1896), inventor da dinamite, é o homem por detrás do Prémio Nobel da Paz. Na altura da sua morte, o império de Nobel era composto por uma rede de quase cem fábricas e ele era um dos homens mais ricos do mundo. Solteiro e sem filhos, Nobel elaborou um testamento que estipulava que as suas fábricas deveriam ser vendidas e as receitas investidas num fundo. O interesse do fundo era que todos os anos fosse distribuído «por aqueles que, durante o ano anterior, tenham dotado a humanidade de maiores benefícios». Os Prémios Nobel da literatura, física, química e medicina deveriam ser atribuídos por instituições suecas, mas a honra de entregar o quinto prémio, o Prémio Nobel da Paz, seria concedido num comité independente a nomear pelo parlamento norueguês, o Storting.

O objetivo de criar a língua universal não passa de uma afronta contra a verdadeira palavra de DEUS, pois satanás simplesmente esta dando continuidade ao seu plano que foi desfeito por DEUS durante a torre de babel:

Eia, desçamos e confundamos ali a sua língua, para que não entenda um a língua do outro. (Gênesis 11 : 7)

Como satanás é um ser espiritual ele criou uma lei espiritual para que pudesse influenciar a mente dos seus agentes humanos. Essa lei encontra-se escrita no Artigo K-189 do Kitáb-i-aqdas (a carta magna da nova ordem mundial):

189. Ó vós parlamentares no mundo todo! Escolhei um único idioma a ser usado por todos na terra, e adotai igualmente uma escrita comum. Deus, verdadeiramente, vos esclarece o que vos beneficiará e vos capacitará a serdes independentes de outrem....

Mas algumas das leis universais de Baha’u’llah necessitam de investimentos e reconhecimento internacional. O prêmio Nobel foi criado com esse objetivo, e mesmo que ele ainda não ganhe o prêmio, em breve a implantação sangrenta do esperanto terá inicio, pois os recursos da “economia divina” (a marca da besta) podem ser perfeitamente remanejados para esse fim.


O comissário-chefe José Manuel Barroso, o presidente algeriano Abdelaziz Bouteflika, o ex-chanceler alemão Helmut Kohl e o ESPERANTO são candidatos ao prêmio nobel da paz de 2008. O nome do vencedor será apresentado em Outubro.

O Esperanto foi introduzido por 2 políticos suíços que vêem na língua da paz da esperança lançada em 1887 um meio internacional de comunicação. Gisele Ory, uma dos deputados patrocinadores, disse: “Eu mesmo não a falo, mas um número de pessoas me chamou atenção para o seu papel em desenvolver a amizade entre culturas” e ela completou que pretente aprendê-la algum dia.

Essa é uma notícia auspiciosa para os esperantistas, pois, caso o Esperanto venha a se tornar o prêmio Nobel da Paz de 2008, haverá uma grande publicidade em torno da língua internacional. Essa é a hora que os esperantistas devem saber defendê-la, no mínimo, sabendo falá-la com perfeição. Falar bem o Esperanto é a melhor forma de divulgá-lo. Você já está preparado?

http://esperanto.org.br/p/content/view/252/1/ http://www.noruega.org.br/policy/peace/prize/prize.htm