13 de jul de 2008

Como retirar Baha’u’llah do abismo?

“Os Alentos do Espírito Divino vieram acordá-Lo....” (seleção dos escritos da Baha’u’llah – parágrafo XLIV)

Ora, ninguém pode sair do abismo se não existir uma ajuda humana! Saiba como será realizado esse poderoso feitiço para libertar o”deus” das Nações Unidas.

A materialização de espírito pode ser encontrada no velho testamento onde Saul pede que seus criados busquem uma feiticeira:

Então disse Saul aos seus criados: Buscai-me uma mulher que tenha o espírito de feiticeira, para que vá a ela, e consulte por ela. E os seus criados lhe disseram: Eis que em En-Dor há uma mulher que tem o espírito de adivinhar. (I Samuel 28 : 7)

Dessa forma a feiticeira fez subir um espírito que se fez passar por Samuel:

A mulher então lhe disse: A quem te farei subir? E disse ele: Faze-me subir a Samuel. (I Samuel 28 : 11)


Essa prática de feitiçaria é conhecida como alquimia. Para retirar o cristo cósmico do abismo é necessário preparar um porção dividida em nove etapas que são: 1) CALCINAÇÃO, 2) SOLUÇÃO, 3) SEPARAÇÃO, 4) CONJUNÇÃO, 5) PUTREFAÇÃO, 7)SUBLIMAÇÃO, 8) FERMENTAÇÃO e 9) EXAUTAÇÃO.

Na etapa 3 (separação) e necessário o uso de sêmen do feiticeiro que será obtido através de um ritual qualquer de depravação maçônica. Para realizar tal façanha Baha’u’llah teve que revogar a lei deixada por Moises abaixo:

Falai aos filhos de Israel, e dizei-lhes: Qualquer homem que tiver fluxo da sua carne, será imundo por causa do seu fluxo. (Levítico 15 : 2)

Baha’u’llah, que também foi um mago, anulou a lei de Moises quando a maçonaria e a cabala, ambas praticantes de alquimia, se infiltraram no judaísmo. Somente assim ele pode revogar a lei de Moises através do seu Kitáb-i-aqdas no artigo K74:

“74. Deus, em sinal de Sua graça por Suas criaturas, decretou que o sêmen não é impuro. Rendei-Lhe graças com júbilo e radiância, e não sigais os que estão apartados da Aurora de Sua proximidade.”


E assim a criação da porção continuará seguindo as outras etapas até que fique pronta na etapa 9. É na etapa 9-EXALTAÇÃO (nome mais que apropriado) que o alquimista está pronto para fazer o feitiço e dizer as palavras mágicas.

A “oração” é simples! Basta repetir 95 vezes “Alláh’u’Abhá (Glorificado seja deus)” como descrito no artigo K18:

“18. Ordena-se a cada um dos crentes em Deus ... repita “Alláh’u’Abhá” noventa e cinco vezes.”

Fabricar a porção é simples! O que é difícil é conseguir os objetos mágicos abaixo para que tudo aconteça de forma correta:

O suposto cálice de Cristo – É nesse recipiente que será colocada a porção.

A arca da aliança – Os místicos acreditam que a Arca da Aliança é um instrumento de alta magia e está carregada de força elétrica. Baha’u’llah chama essa arca de “A Arca Carmesin” em seu artigo K84:

84. Como é grande a bem-aventurança reservada ao rei que se levantar em auxílio à Minha Causa em Meu Reino, desprendido de tudo exceto de Mim! Tal rei conta-se entre os companheiros da Arca Carmesim — a Arca que Deus preparou para o povo de Bahá.

Baha’u’llah está certo nessa afirmação, pois a verdadeira Arca da Aliança está no céu. Se ele fosse realmente de DEUS saberia isso lendo o versículo de Apocalipse abaixo:

E abriu-se no céu o templo de Deus, e a arca da sua aliança foi vista no seu templo; e houve relâmpagos, e vozes, e trovões, e terremotos e grande saraiva. (Apocalipse 11 : 19)

Por todas as cidades onde ela passou (ver I Samuel Cap.5) surgiram doenças e diversas pragas. Pensando dessa forma o único local no mundo que é severamente castigado nos dias de atuais é a África. Agora é só procurar por lá a tal Arca de Carmesim.

Os supostos ossos de Maria Madalena – Tal como no filme "o código da vincci " esses ossos serão utilizados para retirar do abismo a Rainha dos céus (o segundo sinal da unificação global).

“22 Ó Donzela dos significados interiores! Sai do aposento da expressão com a permissão de Deus, o Senhor dos céus e da terra. Revela, então, teu próprio ser, adornado com o ornamento do Reino celeste...” (O senhor das hostes)

Ora, com todos os portais abertos não precisará nenhum esforço para que o demônio-estrela renfã se transforme no sinal da glória de Baha’u’llah:

“...emergirá, esplendoroso como o Orbe nascente da Revelação Divina, detrás do véu da ocultação, e implantará a insígnia de sua revelada glória sobre os ápices dos corações dos homens...” (seleção dos escritos de Baha’u’llah – parágrafo XXVII)
Após toda essa feitiçaria bastará iniciar os sinais do dia da revelação em breve.