13/07/2008

O oitavo rei parte II


A besta que viste foi e já não é, e há de subir do abismo, e irá à perdição; e os que habitam na terra (cujos nomes não estão escritos no livro da vida, desde a fundação do mundo) se admirarão, vendo a besta que era e já não é, mas que virá. (Apocalipse 17 : 8)

E a besta que era e já não é, é ela também o oitavo, e é dos sete, e vai à perdição. (Apocalipse 17 : 11)

O que a Bíblia chama de reis que levaram (e levarão) o mundo a perdição. Os aderentes da nova era chamam esses reis de os “8 iluminados.” Baha’u’lláh criou três genealogias contendo sete reis, sendo ele o oitavo, para unificar todas as religiões.

Para uma melhor compreensão desse assunto é fundamental a leitura de sua árvore genealógica no link abaixo:

The genealogy of Baha’u’llah

1) A genealogia de Zoroastro

O objetivo dessa genealogia é atrair o maior número de religiões possíveis para o parlamento das religiões. Baha’u’llah colocou mais de 30 nomes para que qualquer praticante dos ensinamentos de Zoroastro identifique pelo menos sete reis.

Mesmo faltando um ano para a próxima reunião do parlamento das religiões os ensinamentos de Zoroastro são amplamente usados para condicionar seus praticantes a aceitarem essa árvore genealógica como verdadeira. Em outubro de 2008 acontecerá em Chicago mais uma dessas reuniões:

October 12, 2008
Zoroastrian Forum: Living in Harmony with the Earth
Zoroastrian Center of Chicago
8615 Meadowbrook Dr, Burr Ridge, IL 60527
http://www.parliamentofreligions.org/index.cfm?n=10http://www.parliamentofreligions.org/index.cfm?n=10


2) A genealogia de DAVI

Existem duas profecias judaicas sobre o anticristo divergentes entre si. As profecias explicadas pelo Rabino Aryeh Kaplan defende a tese de que o cristo deles é um homem comum. Já os judeus cabalistas defendem a tese de que o esse mesmo cristo é um ser cósmico.
Para resolver essa divergência Abdu’l’bahá proferiu uma palestra explicando que Baha’u’lah também possui descendência de DAVI e estabelecerá um reinado espiritual na terra como profetizado pelos judeus cabalistas e se assentará em um trono espiritual. Já o cristo judaico tradicional é um homem comum que servirá a Baha’u’llah e que também construirá o seu templo só que na terra. O local da construção já foi demarcado pela fé com um obelisco maçõnico em Haifa. Dessa formo os judeus tradicionais (maçônicos) e os judeus cabalistas aceitarão a árvore genealógica criada por Baha’u’llah como verdadeira. E também se cumprirá a profecia deixada por Daniel:

Com o auxílio de um deus estranho agirá contra as poderosas fortalezas; aos que o reconhecerem multiplicará a honra, e os fará reinar sobre muitos, e repartirá a terra por preço. (Daniel 11 : 39)

3) A genealogia de Abraão

Baha’u’llah precisou isolar Abraão do grupo devido a divergência do Islã entre xiitas e sunitas que só serão resolvidas após Baha’u’llah cumprir os sinais que estão profetizados no alcorão. Dessa forma a árvore genealógica e formada por: 1)Moises, 2) Krishna, 3) Zoroastro, 4) Buda, 5) Jesus Cristo, 6) Maomé, 7) Báb e 8) Baha’u’lah. Após a revelação dos sinais de Baha’u’llah o islã aceitará qualquer uma dessas genealogias como verdadeira.


Referência complementar sobre o parlamento das religiões:

The New York Times
http://query.nytimes.com/gst/abstract.html?res=9C06E0D8163EEF33A25752C1A96F9C94629ED7CF