13 de jan de 2008

A estrutura completa do parlamento das religiões

1) A estrutura do Parlamento
E a besta que era e já não é, é ela também o oitavo, e é dos sete, e vai à perdição. (Apocalipse 17 : 11)


A estrutura completa do parlamento das religiões começou com os ensinamentos de Zoroastro (o primeiro rei); sendo posteriormente distribuído entre as principais religiões pagãs (fé baha'i, Maçonaria e cabala) sobre a regência do número 9.
No fluxograma abaixo dá para entender melhor como essa estrutura foi organizada:



Os ensinamentos de Zoroastro estão presentes até o dia de hoje e são conhecidos como o estudo do eneagrama, várias empresas internacionais (como a Disney) aplicam esses princípios que consistem principalmente em alcançar o equilíbrio espiritual sem Deus. O eneagrama também é um preparo para os funcionários se adaptarem com a Nova Ordem Mundial, o que transformará a humanidade em um exército de imbecis coletivos e isso bem aos moldes do comunismo Lenista.

Abaixo de Zoroastro se encontra o seu último descendente com poderes místicos Baha’u’llah. O número nove é totalmente sagrado para os baha’is em três requisitos: 1) A estrela de nove pontas (marca oficial do bahaismo 2) O nome de Baha’u’llah com 9 letras 3) e o próprio número 9 que indica a perfeição. Até os templos baha’is (que Deus me perdoe) com a sua fantástica arquitetura possuem 9 entradas simbolizando as nove religiões “divinamente inspiradas por deus”.

No próximo bloco se encontra a cabala. Eles aguardam apenas a confirmação do nome prometido que preencherá o número sagrado da tabela cabalística que é o 9

A direita temos a maçonaria, que é a responsável pela formação do grande executivo mundial, onde número 9 indica a máxima exaltação e “perfeição” do Anticristo, que chegará ao ponto de construir uma imagem em homenagem a besta e a ele próprio (ou até mesmo um templo em sua homenagem).


Finalmente chegamos ao catolicismo romano. O número 9, segundo as profecias baha’is, será representado pela nona aparição Mariana. Dessa forma (*) O Parlamento das Religiões poderá dar inicio na criação da sua terrível legislação “abençoando” o número 9 que trará o consenso e a paz global para todas as religiões pagãs.

2) As consequências para o cristianismo
Mesmo antes que o parlamento seja criado a ONU já deixa bem claro que não vai tolerar nenhuma verdade absoluta. Veja esse trecho extraído de um site da Unesco.

“Não entendemos ética global como uma única religião acima de todas as demais, e certamente não como a dominação de uma religião sobre todas as outras”

Como os ensinamentos de Jesus são a única verdade revelada por Deus, (quer a ONU goste ou não) e isso não será tolerado, a perseguição aos cristãos verdadeiros será inevitável.

Dessa forma o “deus” da ONU é o consenso e não a verdade. Leia o que a ONU espera conseguir através do consenso divino:


“Por ética global entendemos um consenso fundamental sobre valores unificadores, patamares incondicionais e atitudes pessoais. Sem tal consenso ético básico, qualquer comunidade será cedo ou tardeameaçada pelo caos ou ditadura”.


Em outras palavras todos os cristãos verdadeiros serão considerados nocivos para a nova sociedade global e o que é mais ridículo ainda: Os direitos humanos devem ser temporariamente suspensos em nome da diversidade.
.
3) Condicionando a humanidade através de filmes

O filme pitaras do caribe no fim do mundo é uma forma de condicionar as pessoas a não tentarem desobedecer o governo mundial. Logo na primeira cena os direitos humanos são suspensos e a lei marcial é decretada em nome do bem comum (a paz). E qualquer pessoa que ajudar um pirata é condenada a forca sem poder recorrer. A única diferença é que o governo mundial dirá que os malfeitores, ladrões, terroristas são os cristãos que foram deixados para trás e que não querem cooperar com a nova ordem mundial..
Referências


(*) O parlamento, segundo as profecias bahais, será composto por 11 membros sendo 9 representantes e 2 líderes que serão divinamente inspirados pelo novo “deus” do consenso.