26 de jul de 2008

Criança esperança a semente da unicidade global

A influência Baha’i no projeto criança esperança poder ser vista em toda a organização do evento. O apresentador Renato Aragão, um instrumento usado em nome do bem comum da nova ordem mundial, é embaixador da UNICEF. A UNICEF por sua vez é controlada pelo ECOSOC (conselho econômico e social da ONU) que é administrado pela fé Baha’i. Os responsáveis pelo programa criança esperança já foram premiados com o prêmio de cidadania mundial que é organizado pela fé e que também garante um bom prêmio em espécie.

O projeto criança esperança pode ser visto como um complemento das metas do milênio (ou o bem comum da humanidade) que jamais serão atingidas em sua totalidade através desse tipo de programa pelo seguinte motivo: Com uma população brasileira acima de 180 milhões de habitantes, o criança esperança desse ano escolheu 84 projetos que vão beneficiar 70 mil crianças. Usando dados antigos do IBGE (180 milhões de habitantes) que projetam uma população infantil e de jovens entre 18 a 20% do total de brasileiros chegaríamos a uma taxa aproximada de 0,2% ou menos de beneficiados por esse programa, ou seja, praticamente nada.

A partilha do prêmio é extremamente duvidosa, além disso, muitos desses projetos “agraciados” são escolas de circo. Basta sair nas ruas para ver o resultado. Crianças e jovens nos cruzamentos das ruas fazendo malabarismo ou se equilibrando em um monociclo para ganharem algum dinheiro. Se os dados estatísticos acima não mentem uma foto vale muito mais que isso:

O objetivo de tal programa patrocinado pela fé não poderia ser outro! Plantar a semente do espírito de unicidade global nos corações e mentes de todos aquele que não conhecem o verdadeiro DEUS. Somente dessa forma Baha’u’llah poderá ser adorado por todos.

Para criar a mudança de comportamento esperada pela fé, está sendo aplicado os sete vales (livro de cabeceira de todos os governantes). A inspiração da insistência desse programa repetitivo encontra-se descrita no primeiro vale de Baha’u’llah. Durante o vale da busca o peregrino, nesse caso o responsável pelo evento, é convocado a jamais desistir do seu objetivo final (a unicidade global e o encontro com o seu “Amigo”):

“VALE DA BUSCA - O corcel desse Vale é a paciência; sem a paciência o peregrino dessa jornada não chegará a parte alguma e não atingirá nenhum alvo. Jamais deveria ele desanimar; ainda que se esforce por cem milhares de anos e, contudo, não logre contemplar a beleza do Amigo, nem assim deveria vacilar.”

Atrás dessas palavras românticas e doces esconde o verdadeiro amargo da escravidão mundial! Quando a pena de Baha’u’llah diz: “não logre contemplar a beleza do Amigo” ele está se referindo ao condicionamento mental para a futura adoração de sua própria "beleza espiritual" e querendo parecer DEUS:

O qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus. (II Tessalonicenses 2 : 4)
O que Baha’u’lah está fazendo aqui é o oposto da parábola do grão de mostarda descrita em Mateus 13 (31-32). Quando a semente da unicidade estiver plantada em todos os corações, a humanidade está pronta para adorar a besta.
A mudança de comportamento é lenta, gradativa e abrange toda a sociedade sejam eles católicos, evangélicos e místicos. Onde os meios de comunicações globais são responsáveis pela criação da unicidade global.

Em fim...a ordem mundial de Baha’u’llah jamais será estabelecida a não ser que, primeiro, se estabeleça firmemente sua unidade.


Referências:
http://www.bahai.org.br/brasilia/Sete_Vales.htm
http://criancaesperanca.globo.com/CEsperanca/0,6993,6114,00.html
http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/contagem2007/default.shtm
Orquestra de Flautas do Pantanal ganha destaque, “A Gazeta” (09/08/2005)
http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EDG66225-6009,00-POPULACAO+BRASILEIRA+ULTRAPASSA+OS+MILHOES+DIZ+ESTUDO+DO+IBGE.html
http://www.unicef.org/brazil/pt/overview_9511.htm
http://info.bahai.org/portuguese/bahais-united-nations.html http://www.bahai.org.br/premio/PREMIO2003.ASP#PROJETO