28 de mai de 2008

As futuras mudanças no esperanto



Abdu’l’bahá realizou uma palestra na AVENUE DE CAMOËNS, 4 em 1911 Paris para alguns financiadores da campanha de globalização com o tema Esperanto. Ele explicou as vantagens e os”benefícios de” uma língua universal:

“Como seria benéfico e repousante a todos poderem conversar com uma pessoa de outra raça e país, sem necessitarem de intérprete! O esperanto foi elaborado com essa finalidade; é uma bela invenção e uma esplêndida obra-prima, mas necessita ser aperfeiçoado. Como está, o esperanto é muito difícil para certos povos.


O aperfeiçoamento da linguagem mundial da qual Abdu’l se refere surgiu junto com a criação da internet. O internetês usado no MSN, Chats e outros programas de comunicações é extremamente abreviado rápido e prático. Por exemplo:

Um texto escrito internetês:
Pq vc naum xego na hr q eu t flei?

Traduzindo, seria:
Por que você não chegou na hora em que eu te falei?

Além da simplificação da linguagem os usuários de MSN também usam figuras animadas. Isso ajudaria muito os povos que usam a escrita simbólica.

Já no esperanto não existe praticamente nenhum ganho em velocidade, além de outros empecilhos:

Estas tute nature, ke mi, kiam infano, disvolvis grandan respekton pri tiu ilrimedo, kiun mi vidadis ĉiam en la manoj aŭ sur la ŝultroj de mia patro.

Traduzindo seria:
Nada mais natural que eu, ainda criança, tenha desenvolvido um respeito enorme por essa ferramenta, que via sempre nas mãos ou nos ombros de meu pai.

O internetês deixou de ser um vício e se transformou em uma linguagem com regras. A biblioteca global wikipédia (um aliado do governo mundial na educação) possui um vasto material com toda a regra gramatical do internetês. E mesmo sendo contestado por professores ele é aceito como forma de comunicação e isso já basta para a ONU.

O que Abdu’l’ tinha em mente era criar uma diversidade de linguas polêmicas para serem levadas e discutidas em um Congresso internacional, onde as regras da nova língua seriam criadas através do consenso. Nessa mesma palestra ele explica como seria criado esse congresso:

“Um Congresso Internacional seria formado, consistindo de delegados de cada uma das nações do mundo, tanto do Oriente quanto do Ocidente. Esse Congresso deveria compor uma linguagem que pudesse ser aprendida por todos, e o mundo inteiro colheria grandes benefícios.”



Abdu’l’bahá e seu pai Baha’u’llah não foram homens comuns. Eles tinham mentalizado a imagem completa da nova ordem mundial da mesma forma que os profetas de DEUS (especialmente o Apóstolo João) tinham a visão completa do reino da Besta, ou seja, em quanto o Senhor Jesus entregou a verdade para o Apóstolo João dizendo que o governo mundial será terrível, satanás entregou a mentira para Baha’u’llah dizendo que o governo mundial trará a paz na terra. Por isso quando Abdu’l’bahá realizava uma palestra ele sabia que aquilo de fato aconteceria no futuro.

E de fato aconteceu! O parlamento se tornou real! Os globalistas apenas aguardam o momento certo para iniciar a reforma. No portal do Serpo (clique aqui para ler), uma instituição do governo ligada ao Ministério da fazenda, contém um artigo que descreve alguns objetivos da ONU. Claro que eles não vão dizer que isso será conseguido através do uso de feitiçaria.
Mas o principal objetivo dessa reforma é atrair os cristãos para o parlamento e dar início a implantação sangrenta do esperanto matando os cristãos que foram deixados para traz e todos aqueles que discordarem da nova ordem mundial. A criação da lingua mundial e outras legislações tem como o objetivo principal esse matança chamada de limpeza astral; dessa forma Baha’u’llah e o Anticristo terão autoridade sobre toda as línguas da terra:

E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe poder sobre toda a tribo, e língua, e nação. (Apocalipse 13 : 7)

Referência:
PALESTRAS DE 'ABDU'L-BAHÁ PARIS - 1911 COMPILADAS POR LADY BLOMFIELD Título original: Paris Talks, Addresses given by 'Abdu'l-Bahá in Paris in 1911 - Edição britânica