17 de mai de 2008

Americanos fazem festa na rua após liberação de casamento gay



Para alterar essa legislação em nome da nova ordem mundial e da unicidade global foram realizadas as etapas abaixo:

1) A leitura da lei do Kitab-i- aqdas; nesse caso o artigo K-162:

162. Se Ele decretar lícito o que desde tempos imemoriais fora proibido, e se proibir o que sempre se considerara legítimo, a ninguém é dado o direito de Lhe questionar a autoridade. Quem vacila, por menos de um momento que seja, é considerado transgressor.

2) Depois da leitura esse processo passa pela Casa universal de Justiça, para a ONU e por último são criado fóruns sociais e ONGS gays. Através dessas ONGS a legislação de um determinado país começa a ser alterada com o apoio da mídia global, mas isso é apenas o inicio do terrível plano de sete etapas de mudança do comportamento. Essa futura ameaça velada está descrita no último parágrafo do Artigo K-162 que diz: “Quem vacila, por menos de um momento que seja, é considerado transgressor.”
A lei do Kitáb é espiritual por isso muitas pessoas não acreditam que ela exista. Ela atua na mente de todo o ser humano que não aceita a Bíblia ou o Apocalipse como verdade.


Noticia: A Suprema Corte da Califórnia anulou a proibição dos casamentos homossexuais.
Antes, Massachusetts era o único Estado americano que autorizava o casamento.

Em uma decisão que, segundo especialistas, poderá ter impacto em todo o país, o tribunal argumentou que permitir o matrimônio legal apenas entre um homem e uma mulher é discriminatório, segundo um extenso documento da Corte.

"Limitar a designação de matrimônio à união 'entre um homem e uma mulher' é inconstitucional e deve ser retirado do estatuto", considerou em um comunicado o presidente da Corte, Ron George.

Com essa decisão, abrem-se tecnicamente as portas para casamentos de pessoas de mesmo sexo na Califórnia, que se torna o segundo estado do país, depois de Massachusetts, a reconhecer esse direito a comunidade homossexual.

Em Nova Jersey e Vermont existem leis que garantem ao casal gay uma série de direitos legais similares aos de um casamento heterossexual, como herança e divisão de bens.

http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL471706-5602,00-AMERICANOS+FAZEM+FESTA+NA+RUA+APOS+LIBERACAO+DE+CASAMENTO+GAY.html