30 de mar de 2008

O plano de sedução da ONU para implantar a marca da besta


Implantar a marca da besta não significa simplesmente obrigar a população mundial a receber um chip, uma tatuagem a laser, ou sai por ai marcando pessoas com um código de barras ou algo similar. Antes de usar qualquer um desses métodos é preciso que ocorra uma reforma espiritual na humanidade. A proposta da ONU e da fé Bahá’i para a implantação da “economia divina” pode ser divida em três etapas todas elas estão descritas nas leis do Kitab-i-aqdas (K- número do artigo):

Etapa 1 – O falso Espírito Santo

Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que agora resiste até que do meio seja tirado; (II Tessalonicenses 2 : 7)

O objetivo do falso Espírito Santo é desviar a pessoa da verdade (A Bíblia Sagrada) de forma gradativa esse processo já está em fase muito adiantada nas igrejas, no caso de algumas igrejas evangélicas temos um outro adicional sedutor chamado de Teologia da prosperidade.

Uma vez que a pessoa esteja totalmente desviada começa a acreditar em sua mente e não confere se esses ensinamentos estão de acordo com a Bíblia (isso é chamado de profetadas em nome de Deus). Dessa forma as pessoas já estão sendo condicionadas para adorarem a Besta. Em Apocalipse (14:9) diz que basta apenas adorar a Besta para que alguém seja condenado ao inferno, pois quando essa porta for aberta outras piores se abrirão...

O falso Batismo do Espírito Santo também possui sensações de liberdade, paz e amor. Aos poucos a pessoa começa a ter interesse pelo ocultismo e acessar as religiões celestiais do mal dando ouvido a ensinamentos de demônios transportados para a luz.

E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas. (II Timóteo 4 : 4)

Pensando nisso Baha’u’llah criou o artigo K-116 que promete um “galardão” especial para quem o adorar recitando versículos:

“116. Os que recitam os versículos do Todo-Misericordioso com a mais melodiosa entoação, descobrirão neles aquilo com o qual o domínio sobre a terra e o céu jamais se poderá comparar. Inalarão nestes versículos a fragrância divina de Meus mundos — mundos que hoje ninguém pode discernir, salvo os que foram dotados de visão por esta Revelação sublime e formosa...”

Esse “galardão“ é chamado pelos hindus de terceiro olho, ou seja, o olho espiritual, os maias, espíritas e outros aderentes da nova era chamam esse sinal de canalização com os irmãos superiores ou cósmicos.
Esses demônios também podem entoar cânticos e dar algum poder sobre natural para as pessoas. Apenas como exemplo as profecias marianas são fabricadas dessa forma.


Etapa 2 – Adorar a sua imagem


Satanás já usou esse truque contra o povo de Israel no tempo de Moises usando o Bezerro de Ouro:


E depressa se tem desviado do caminho que eu lhe tinha ordenado; eles fizeram para si um bezerro de fundição, e perante ele se inclinaram, e ofereceram-lhe sacrifícios, e disseram: Este é o teu deus, ó Israel, que te tirou da terra do Egito. (Êxodo 32 : 8)

O Bezerro de ouro serviu para seduzir a mente do povo de Deus, pois Amós nos diz que nesse mesmo tempo o povo de Israel também fez uma estátua em forma de estrela para ser adorada.

Antes levastes a tenda de vosso Moloque, e a estátua das vossas imagens, a estrela do vosso deus, que fizestes para vós mesmos. (Amós 5 : 26)

Em quanto Deus condenou e julgou milhares de pessoas naquele tempo, Baha’u’llah, no artigo K-161, define essas pessoas como bem aventuradas, pois as mesmas estarão aptas em adorar a imagem e receber o sinal da “economia divina” :

161. Bem-aventurado quem confessou a sua crença em Deus e em Seus sinais...

Etapa 3 – receber o sinal

No artigo K-29 Baha’u’llah descreve como será o seu sinal divino:

29. Dize: Este é aquele conhecimento oculto que jamais há de mudar, pois inicia-se com o nove, o símbolo que representa o Nome oculto e manifesto, inviolável e inacessivelmente excelso.(Nunca vi alguém se exaltar dessa forma!)
Para complementar essa lei Baha’u’llah institui esse outro artigo em sua epistola:
XXVII. ... Aquilo que Deus lhe confiou, latente na realidade do homem, emergirá, esplendoroso como o Orbe nascente da Revelação Divina, detrás do véu da ocultação, e implantará a insígnia de sua revelada glória sobre os ápices dos corações dos homens. A marca da besta também é um sinal de amor e fidelidade ao governo mundial. Para homenagear a chegada de tão "grande favor " temos compositores de MPB como Caetano Veloso trabalhando pela nova era seduzindo milhares com suas músicas ou como ele mesmo diz: "Aquilo que se revelará aos povos surpreenderá a todos).
Esse sinal da futura economia “divina” será o usado pelo Anticristo, pela Maçonaria, pela cabala e pelo futuro parlamento das religiões, ou seja, a estrela de nove pontas. Observe que esse símbolo maçônico possui duas espadas, acho que nem é preciso dizer o que vão fazer com isso em breve...


E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, (Apocalipse 13 : 16)


Agora vem a parte mais chocante de todas! Como a Bíblia foi totalmente substituída pelo kitab-i-aqdas e todos os cristãos foram arrebatados e outra parte morta; Baha’u’llah no artigo K-157 inverte o 9 para 6.

157. Vede: o “mistério da Grande Inversão no Símbolo do Soberano” tornou-se agora manifesto. Feliz quem Deus ajudou a reconhecer o “Seis”

Por esse motivo usar uma estrela de nove pontas possuirá um valor espiritual relativo ao 6.

Satanás está fazendo de novo o mesmo que foi feito no tempo do Êxodo relatado por Moises .Coincidência é uma coisa, mas escrever centenas de epístolas e uma legislação que cumpre a risca todas as profecias do Apocalipse já é demais! Ou algo ainda pior é ter em suas mãos o controle da ONU via [1] Casa Universal da Justiça para cumprir suas profecias...



[1] O principio do 6 invertido também é aplicado de outra forma pela Casa Universal de Justiça para criar discórdia, guerras, pobreza extrema, desemprego e contendas pelo mundo. Em fim...se não for por amor a besta será pela dor também.