14 de mar de 2008

O espírito do engano



Recentemente um pastor de igreja evangélica me disse o seguinte :


- Nós (os salvos) não temos que se preocupar com isso! O seu trabalho até que é um pouco interessante, mas não vejo importância no que você está fazendo. Tenha um bom dia!

Espero que ele leia esse post, pois aqui está a resposta:

Muitas igrejas precisam mesmo é ser exorcizadas! O Espírito do engano está operando na terra mesmo antes de cristo. Mas somente com o início da nova ordem mundial no século XIX ele começou a trabalhar de forma mais intensa. Esse plano está divido em três partes distintas:

Parte I – A sua origem:
Para que o espírito do engano possa operar de forma eficaz nessa dimensão os aderentes da nova era praticam a cabala. A cabala pode ser resumida em uma fé sobre uma seqüência numérica para que um determinado plano de certo. Abdu’l’baha , além de conhecer profundamente a cabala, não escolheu o ano de 1912 por acaso para iniciar as suas viagens.

O governo mundial é regido em sua totalidade pelo número 12. Esse número representa a soma do número da besta de 10 chifres (AP 17:12) com o número da bestade 2 chifres (AP 13:11) , ou seja os 12 “apóstolos” do governo da besta do Abismo (AP 17:8) que foi representada na época por Abdu’l’ Bahá ( “o servo da glória” ). Somando tudo temos 13 pessoas envolvidas na nova ordem mundial, por esse motivo Abdu’l’Baha partiu em 1912. Somando o ano temos: 1+9+2+1= 13. Munido com essa “fé” ele partiu rumo a América, Europa e Inglaterra para colocar o plano da unicidade global em prática através de centenas de palestras.


Em uma de suas palestras ele confirmou que veio anunciar o governo mundial formado por 12 integrantes e Baha’u’llah (A glória de DEUS) como líder legislativo e espiritual supremo, sendo que esse não deve ser contado no reino material. Ele também pede para que não levem a sério qualquer supertição sobre o número 13.

Abaixo segue um trecho dessa palestra:

16 DE JUNHO DE 1912
Palestra na Residência do Sr. e Sra. Howard MacNutt
Eastern Parkway, 935, Brooklyn, Nova Iorque
(Depois, falando de números) Tais suposições a respeito de números de sorte ou sem sorte são puramente imaginárias. A superstição sobre o número treze tem origem no fato de que Jesus era cercado por doze apóstolos e que Judas Iscariotes era o décimo terceiro membro do grupo. Esta é a origem da superstição, mas é algo puramente imaginário.....
Doze é o número original de significação e completude. Jacó tinha doze filhos, dos quais descendem doze tribos. Os discípulos de Jesus eram doze; os Imames de Muhammad eram doze. Os signos do zodíaco são doze; os meses do ano são doze, etc.
Os mistérios dos Livros Sagrados foram explicados na manifestação de Bahá'u'lláh. Antes de Seu aparecimento, esses mistérios não eram compreendidos. Bahá'u'lláh abriu e desselou esses mistérios


Abdu’l’Bahá também realizou muitas palestras em [1] diversas Igrejas Cristãs que hoje deram origem praticamente a quase todos os segmentos evangélicos dos dias atuais. Os líderes das igrejas cristãs na época não deram ouvidos a palavra de DEUS que diz:

Se alguém vem ter convosco, e não traz esta doutrina, não o recebais em casa, nem tampouco o saudeis. (II João 1 : 10)

Ao receber Abdu’l’bahá e concordarem com seus ensinamentos dizendo: “ Amém” , o espírito do engano , sobre a regência dos números sagrados da cabala, entrou nessa dimensão e começou a manifestar-se de diversas formas. O resultado de tudo isso é o que estamos vendo hoje...

Parte II – A influência espiritual dentro das igrejas

O dois links abaixo são um exemplo de como o Espírito do engano cega as pessoas que não confirmam se os ensinamentos da sua igreja estão de acordo com a Bíblia:


http://www.cpr.org.br/testemunho_de_silvana_mara_rodri.htm

No site BJCV entre em web notícias e procure pelo artigo “crente vaca de presépio” e “língua estranha”
http://www.bjcv.blog.br/

Parte III – O objetivo final.

Certa vez perguntaram ao Senhor Jesus sobre como seria a sua vinda, e ele respondeu:
Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória. (Mateus 24 : 30)

Certa vez perguntaram a Baha’u’llah sobre como seria a sua vinda, e ele respondeu:
Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória. (Mateus 24 : 30)

Os dois usaram a mesma justificativa, mas a volta do Senhor Jesus se refere a batalha do Armagedom. Baha’u’llah também realizará sinais, mas antes do tempo do fim. Ora, se uma determinada Igreja (não importa o nome que receba) ensinar apenas MT 24:30 e não complementar o ensinamento lendo o Apocalipse cometerá o erro de adorar a Besta no lugar do Senhor Jesus, e por esse motivo o espírito do engano está tão operante nos dias atuais.

Jesus, porém, respondendo, disse-lhes: Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus. (Mateus 22 : 29)’
__
[1]- Como não é possível colocar todas as palestras que Abdu’l’baha realizou nas mais diversas denominações cristãs, abaixo segue apenas algumas como exemplo:


Palestra na Igreja Universalista
Esquina das Ruas Treze e L, Washington, D.C.
Registrada por Joseph H. Hannen

Igreja Episcopal Metodista Africana Metropolitana
Rua M, NW, Washington, D.C.
Registrada por Joseph H. Hannen

Palestra na Igreja Congregacional de Plymouth
Rua Cinqüenta, 935, Zona Leste
Chicago, Illinois
Registrada por Marzieh Moss

Palestra na Igreja de Todas as Almas
Lincoln Center, Chicago, Illinois
Registrada por Marzieh Moss

Palestra na Igreja da Unidade
Montclair, Nova Jersey
Registrada por Esther Foster


Igreja Metodista Episcopal de Grace
Rua Cento e Quatro, Zona Oeste, Nova Iorque
Registrada por Esther Fisher


Palestra na Igreja da Divina Paternidade
Central Park West, Nova Iorque
Registrada por Esther Foster


Palestra na Igreja da Fraternidade
Esquina das Avenidas Bergen e Fairview, Jersey City, Nova Jersey
Registrada por Esther Foster

Palestra na Igreja Batista de Mount Morris
Esquina da Quinta Avenida com Rua Cento e Vinte e Seis, Nova Iorque
Registrada por Esther Foster

Palestra na Igreja da Ascensão
Esquina da Quinta Avenida com Rua Dez, Nova Iorque
Registrada por Esther Foster

Palestra na Igreja Unitária
Esquina da Rua Quinze com Avenida Girard,
Filadélfia, Pensilvânia
Registrada por Edna McKinney

Palestra na Quarta Igreja Unitária
Rodovia Beverly, Flatbush, Brooklyn, Nova Iorque
Registrada por Esther Foster


Palestra na Igreja Congregacional Central
Rua Hancock, Brooklyn, Nova Iorque
Registrada por Esther Foster

Palestra na Quarta Igreja Unitária
Rodovia Beverly, Flatbush, Brooklyn, Nova Iorque Registrada por Esther Foster
* Muitas dessas igrejas continuam operantes, mas com outros nomes.
__
Clique aqui para ver como até nos dias de hoje algumas igrejas seguem os ensinamentos de Abdu'l'bahá
Fonte:
O livro - A paz universal ( Abdu'l'bahá na América)