30 de set de 2008

A Regulamentação dos Provedores de Serviços da Internet

CEO do Google: Nós precisamos de uma regulamentação governamental dos Provedores de Serviços de Internet

http://www.prisonplanet.com/google-ceo-we-need-govt-regulation-of-internet-service-providers.html

Jeff Poor Business & Media Institute Quinta-feira, 4 de setembro de 2008

O CEO do Google Eric Schmidt disse que uma regulamentação dos provedores de serviços de Internet (ISP`s)¹ pelo governo é necessária. Na verdade, ele disse que pensa que todo conceito da Internet como local de comércio conta com isso.
Schmidt falou para blogueiros conservadores na Convenção Nacional Republicana dia 3 de setembro, em St. Paul, Minn. Ele advertiu que, se um provedor de acesso à Internet fosse grande demais, ele poderia usar seu tamanho para criar uma " estrutura protegida no interior da Internet " e sugeriu que isto poderia restringir a concorrência – dando um tratamento preferencial para alguns conteúdos dentro da sua rede.

"Vamos imaginar o seguinte cenário - quem é o maior provedor Internet nos Estados Unidos, hoje, numericamente? Vamos pegar a Comcast - seja qual for o maior ", disse Schmidt. " E vamos imaginar que eles tivessem 80 por cento do mercado. Eles seriam capazes de começar a fazer extensões proprietárias de protocolos e eventualmente poderiam reter informações criando uma sub-estrutura protegida dentro da Internet. "

Ele refletiu sobre a Microsoft (Nasdaq: MSFT) como exemplo do que poderia acontecer. Os comentários de Schmidt sobre a Microsoft vem na esteira do lançamento pelo Google, do seu próprio navegador, o Chrome - feito para competir com as recém-lançadas versões do Microsoft Internet Explorer e do Mozilla Firefox.
"Agora vocês tem que decidir se acham isso uma boa consequência ", disse Schmidt. "A Internet foi baseada no princípio de que isso não poderia acontecer. Todos vocês sabem, isto talvez possa ser controverso neste grupo - Eu passei 25 anos… com a Microsoft, que tem naturalmente uma plataforma imensa de participação de mercado – o qual usou todos estes tipos de técnicas.” Podemos discutir se eles foram ou não corretos, mas quando vemos com que frequência isso ocorre eu penso que isto profetiza sua opinião sobre o assunto . "

Os opositores do ponto de vista de Schmidt argumentam que tal controle corporativo não ocorreu, e que por isso, o governo deve continuar fora desse assunto.No entanto, Schmidt argumentou que ainda é necessário e justificado para o governo intervir somente caso alguma empresa seja capaz de "chegar a este nível de controle" sobre a Internet.
“ Essa não é a questão - não há esse comportamento atualmente ", disse Schmidt. "A Comcast, por exemplo, não está executando o cenário que descrevi. Mas quando você se preocupa que alguma empresa - incluindo o Google evidentemente – possa conseguir um nível de controle sobre algo, ela pode fazer extensões proprietárias. Eles podem tornar impossível que exista competição.”
No mês passado, o comissário da FCC Robert McDowell advertiu que o envolvimento do governo com os ISP`s e suas redes de serviços poderiam ter um efeito arrepiante e até poderia significar a possibilidade da expansão da Fairness Doctrine² para a Internet.

¹ Internet Service Providers / Provedores de Acesso à Internet

² Um regulamento da Federal Communications Committee de 1949 que exigia que os programas de rádio apresentassem sempre a visão oposta em qualquer programa de opinião, felizmente abolida por Ronald Reagan.


Fonte : http://www.midiasemmascara.com.br/artigo.php?sid=5828&language=pt

29 de set de 2008

Reforma ortográfica entrará em vigor a partir de 2009


A expectativa é de que a reforma ortográfica – assinada em 1990 e ratificada pelo Brasil em 1995 – amplie a cooperação internacional entre os países de língua portuguesa ao estabelecer uma grafia oficial única do idioma. A medida também deve facilitar o processo de intercâmbio cultural e científico entre Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste, Brasil e Portugal, além de ampliar a divulgação do idioma e da literatura.

De acordo com o decreto, o acordo entrará em vigor a partir de janeiro de 2009, mas a regra atual vale para vestibulares e concursos públicos até dezembro de 2012. A novidade chegará aos livros didáticos em 2010, quando os próximos exemplares deverão ser editados de acordo com a nova ortografia.

Agência Brasil

O uso da cabala e alquimia na Academia Brasileira de Letras para reconstruir a torre de Babel!

Um das principais metas de Baha’u’llah em seu assustador Kitáb-i-aqdas é a implantação da língua universal:

“K-189. Ó vós parlamentares no mundo todo! Escolhei um único idioma a ser usado por todos na terra, e adotai igualmente uma escrita comum”

Facilitar esse intercâmbio não deixa de ser uma etapa desse processo, além de contar valiosos pontos para o ingresso do Brasil no conselho de segurança da ONU. Mas a língua universal somente será implantada com a morte de todos os Cristãos pelo governo mundial:

E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe poder sobre toda a tribo, e língua, e nação. (Apocalipse 13 : 7)

Existem duas assinaturas ocultistas com o número nove nesse evento. A primeira refere-se ao mês (o mês nove), pois a assinatura desse evento será às 15h do dia 29/09/2008 e a segunda se refere ao ano em que esse decreto começa a entrar em vigor (2009).

A Academia Brasileira de Letras no rio de janeiro, local onde acontecerá a assinatura dos documentos, reconheceu a importância da Alquimia para estabelecer a nova ordem quando aceitou o mago Paulo Coelho como membro. É através do uso da Alquimia que Baha’u’llah será retirado do abismo.

Congresso dos EUA fecha acordo sobre pacote econômico

Líderes dos partidos Republicano e Democrata no Congresso dos Estados Unidos chegaram neste domingo a um acordo sobre o texto do pacote de US$ 700 bilhões para socorrer o setor financeiro.
http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/2008/09/080929_euaatualiza_ac.shtml


A troca do sistema capitalista pelo cooperativista


Segundo a revista The Economist, esse pacote econômico de US$700 mil milhões não significa o fim dos problemas.A atual fúria de venda de ativos, por parte das instituições financeiras, apenas agrava os seus problemas, forçando a venda de mais ativos e assim por diante.
Por sua vez, as dificuldades dos bancos de investimento dos EUA afetam os seus hedge funds – os quais dependem dos bancos comerciais. Por outro lado, a dívida total dos Estados Unidos já ultrapassa 300 por cento do PIB – muito superior ao máximo atingido durante a Grande Depressão (ver gráfico). E ainda existe o perigo de um efeito "segunda volta" provocado por novos problemas na área financeira: as hipotecas são o atual problema, mas no próximo ano a preocupação poderá ser com cartões de crédito, financiamento de carros e dívida corporativa.
O colapso no dólar torna impossível o cumprimento das metas do milênio.

28 de set de 2008

Convocação à Ação

É impossível evitar que a Nova Ordem Mundial de Bahá’u’lláh não se estabeleça na terra. Esse governo de origem satânica somente foi criado por que a humanidade se recusou a aceitar a Bíblia e os ensinamentos do Senhor Jesus como verdade absoluta. Também não foram poucas as pessoas que distorceram a palavra da verdade como: Alguns Evangélicos, Católicos, Espíritas, Teólogos, Maçons, praticantes de Cabala e isso seja por ganância, ignorância, prepotência ou práticas ocultistas.Em fim... o nome do Senhor Jesus nuca foi tão blasfemado como no final dos tempos.

Através da teoria da revelação progressiva, a fé Baha’i chegou ao ponto de nomear uma das sete cabeças da besta com o nome do Senhor Jesus. Devido a esse acontecimento, Ele precisou trocar o seu nome com descrito em Apocalipse 2:17.Em outra de suas blasfêmias contra o verdadeiro DEUS e ao Senhor Jesus, Bahá’u’lláh “canta” a sua vitória sobre a tribo de derrotados (os cristãos):

“Vede a confusão que sobreveio às tribos dos derrotados!' Por mais estupenda que seja a luta que Suas palavras prenunciam, elas dão também testemunho da completa vitória que os defensores do Máximo Nome estão finalmente destinados a alcançar”

Baha’u’llah (o Máximo Nome) está certo! Realmente foi um trabalho inútil lutar contra o seu governo, mas meu galardão está perante o meu DEUS:

Porém eu disse: Debalde tenho trabalhado, inútil e vãmente gastei as minhas forças; todavia o meu direito está perante o SENHOR, e o meu galardão perante o meu Deus. (Isaías 49 : 4)

Considerando que Baha’u’llah viveu no século 19, ele estava muito atrasado quando proferiu a blasfêmia acima! DEUS já tinha avisado que esse evento aconteceria por vota do ano 650 antes de cristo, através do profeta Daniel. Isso mostra apenas a superioridade infinita da palavra de DEUS:

Eu olhava, e eis que este chifre fazia guerra contra os santos, e prevaleceu contra eles. (Daniel 7 : 21)

Não se contentando com essa futura vitória, o líderes do seu governo prenderão e matarão por degolação milhares de pessoas:

Se alguém leva em cativeiro, em cativeiro irá; se alguém matar à espada, necessário é que à espada seja morto. Aqui está a paciência e a fé dos santos. (Apocalipse 13 : 10)

Existem apenas duas formas de conduzir a humanidade para a guilhotina que são:

1) A criação da federação mundial profetizada por Habacuque:

Tanto mais que, por ser dado ao vinho é desleal; homem soberbo que não permanecerá; que alarga como o inferno a sua alma; e é como a morte que não se farta, e ajunta a si todas as nações, e congrega a si todos os povos. (Habacuque 2 : 5)

2) E a revelação de Baha’u’llah profetizada pelo Apóstolo João:

A besta que viste foi e já não é, e há de subir do abismo, e irá à perdição; e os que habitam na terra (cujos nomes não estão escritos no livro da vida, desde a fundação do mundo) se admirarão, vendo a besta que era e já não é, mas que virá. (Apocalipse 17 : 8)

Mas também existem duas formas para escapar dessa ordem satânica que são:


O Arrebatamento

O arrebatamento acontecerá somente depois da apostasia (a criação da federação mundial) e a revelação de Baha’u’llah para a humanidade:

Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição, (II Tessalonicenses 2 : 3)

Isso fará com que as pessoas fiquem completamente desorientadas clamando por uma solução. Habacuque descreve as pessoas nesse dia como cardumes de peixes sem um governo:

E por que farias os homens como os peixes do mar, como os répteis, que não têm quem os governe? (Habacuque 1 : 14)

Agora é só Baha’u’llah lançar o seu anzol (a federação mundial) com descrito mais adiante por Habacuque:

Ele a todos levantará com o anzol, apanhá-los-á com a sua rede, e os ajuntará na sua rede varredoura; por isso ele se alegrará e se regozijará. (Habacuque 1 : 15)

Devido a grande correria e desespero que cairá sobre todos aqueles que descobriram a verdade, não teremos tempo para explicar com detalhes o plano da nova ordem. Por isso será necessária uma comunicação rápida e objetiva. Essa foi a resposta de DEUS sobre a queixa de Habacuque:

Então o SENHOR me respondeu, e disse: Escreve a visão e torna bem legível sobre tábuas, para que a possa ler quem passa correndo. (Habacuque 2 : 2)

Deus permitiu aos seus sevos descobrirem muito antes toda a verdade sobre a nova ordem mundial. Além disso, o ápice do Apocalipse está em saber calcular com exatidão qual é o sinal, o nome e o número da besta.

Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis. (Apocalipse 13 : 18)

Juntando o novo com o velho testamento, que é a maneira correta de interpretar a Bíblia, basta criar a tábua como descrito abaixo:




Esse acontecimento além de ser Bíblico, também está escrito no testamento de Abdu’l’bahá. Em uma passagem ela fala de alguém que se atreveu a ler as escrituras Bahá’is e mudou o sentido da interpretação:

“... não satisfeito com isso, se atreveu a interpolar Teu Livro, a alterar fraudulentamente Teu decisivo Texto Sagrado e falsificar o que fora revelado pela Tua Pena Toda-gloriosa..”

Em outra passagem. esse “atrevido e blasfemo” que estudou sobre a fé Bahá'i também maquinou projetos tentando pregar o evangelho de Cristo. E alguns de seus textos serão arquivados na Casa Universal de Justiça para uso futuro. Observe que Abdu’l’ diz “serão registradas” :

“...Desde o dia em que ele entrou de novo em nosso meio, porém, começou outra vez a espalhar as sementes das mais lastimável sedição. Algumas de suas maquinações e intrigas serão registradas em folheto separado...”

A tábua profetizada por Habacuque é de rápida leitura e pode ser traduzida rapidamente para qualquer linguagem do mundo. Isso (o selo da verdade) irritou mais ainda Abdu’l’bahá quando estava escrevendo o seu testamento:

“...Tudo isso ele fez ...confessando-o de próprio punho, documento este lacrado com seu selo e difundido por todas as regiões...”

Lendo e divulgando a tábua de Habacuque pelo mundo, pedindo perdão a DEUS e aceitando o Senhor Jesus como salvador todos podem ser salvos:

A saber: Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. (Romanos 10 : 9)


A grande Tribulação

Muitas serão as dificuldades para salvar as almas das pessoas. Não será fácil explicar por que o número 999 e igual a 666, que a rainha dos céus é um demônio, ou que o sinal da Besta é o demônio estrela renfã, que essa falsa glória de DEUS é a gloria do diabo, convencer os líderes Cristãos que ficaram rico usando o evangelho indevidamente estavam errados, que os noves líderes mundiais mais o anticristo são a besta de 10 chifres ou que o Papa não é um servo de DEUS.

Somente os dois profetas de DEUS, as suas duas oliveiras, serão capazes de converter a humanidade desse erro:

E darei poder às minhas duas testemunhas, e profetizarão por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de saco. (Apocalipse 11 : 3)

Estes têm poder para fechar o céu, para que não chova, nos dias da sua profecia; e têm poder sobre as águas para convertê-las em sangue, e para ferir a terra com toda a sorte de pragas, todas quantas vezes quiserem. (Apocalipse 11 : 6)

Mas o preço da salvação aqui é a morte.

Referência:

The Will and Testament of 'Abdu'l-Bahá

27 de set de 2008

2009 - A reforma do Conselho de Segurança da ONU

O Conselho de Segurança é o órgão mais poderoso da Organização das Nações Unidas (ONU). Sua reformulação tem sido tema de diversas discussões nos últimos anos, já que, desde 2005, um relatório propõe a entrada de novos membros no seleto grupo de cinco nações. Recentemente, a Assembléia Geral das Nações Unidas aprovou por unanimidade a convocação de negociações inter-governamentais para expandir a instância. As reuniões já têm data para começar: 28 de fevereiro de 2009. O Brasil é um dos maiores interessados em conquistar um assento permanente no colegiado. Entenda o funcionamento do Conselho de Segurança e saiba quais os benefícios do eventual ingresso para o país.

O Ano nove por Abdul’bahá:

“O Báb anunciou que uma Manifestação maior aconteceria depois dEle e chamou o Prometido de "Aquele que Deus tornará manifesto", dizendo que daí a nove anos a realidade de Sua própria missão se tornaria evidente... no ano nove eles avançariam rapidamente”

O Ano nove por Baha’u’llah em seu Kitáb-i-aqdas (a carta magna da nova ordem mundial):

K- 29. Dize: Este é aquele conhecimento oculto que jamais há de mudar, pois inicia-se com o nove, o símbolo que representa o Nome oculto e manifesto, inviolável e inacessivelmente excelso


1. Afinal, o que é o Conselho de Segurança da ONU?

O Conselho de Segurança das Nações Unidas é a instância da ONU com responsabilidade sobre a segurança mundial. É o único órgão capaz de aprovar resoluções mandatórias sobre confrontos internacionais.

2. Qual é a função dele?

O principal objetivo do Conselho é propor resoluções para os conflitos e guerras internacionais. Para isso, ele pode autorizar uma intervenção militar ou enviar missões de paz para regiões que julgue necessário. Outro papel fundamental e freqüentemente exercido é a aplicação de sanções de ordem econômica contra países que, no entender do Conselho, violem leis, acordos ou princípios internacionalmente aceitos.


3. Quais são os atuais países-membros?

O Conselho de Segurança é composto por cinco membros permanentes. São eles: Estados Unidos, China, Reino Unido, França e Rússia. Outros dez países são membros rotativos, com mandato de dois anos e sem direito à reeleição. O voto das nações com lugar cativo na comissão, porém, têm um valor maior em comparação ao de membros temporários, como se verá na questão 6.


4. Em que circunstâncias e freqüência ele se reúne?

Sempre que há um conflito de grandes proporções, o órgão é requisitado a tomar medidas. Primeiramente, ele recomenda que as partes envolvidas cheguem a um acordo. Caso isso não ocorra, o Conselho tenta uma intermediação, estabelecendo os princípios do acordo ou enviando tropas de paz para a região. Além disso, nações envolvidas em conflitos podem solicitar uma reunião oficial do colegiado da ONU. Vale ressaltar que, para a convocação de uma sessão informal do Conselho, não é necessário que todos os seus membros estejam de acordo. As reuniões também não precisam necessariamente ocorrer na sede da ONU, em Nova York.



5. O que é exigido de uma nação para que ela faça parte do Conselho?

Os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança são aqueles considerados vencedores da II Guerra Mundial (1939-1945) e que lutaram como aliados contra o eixo formado por Alemanha, Japão e Itália. Ao final do conflito, Estados Unidos, União Soviética (substituída pela Rússia), China, Reino Unido e França assinaram a Carta das Nações, em São Francisco, e se tornaram membros fixos do grupo. Diversas propostas tentam estabelecer um critério para a escolha das nações que, eventualmente, virão a ocupar outros assentos permanentes. Uma delas consiste em acrescentar ao colegiado dois países industrializados e três em desenvolvimento, além de um da África, um da Ásia e outro da América Latina. Outra idéia é atribuir vagas permanentes relativas a regiões do globo - essas, porém, seriam ocupadas por nações de forma rotativa.



6. Como são aprovadas as resoluções do Conselho?

Para que uma resolução seja aprovada pelo Conselho, é necessário que ela obtenha o apoio dos cinco membros permanentes e ao menos de mais quatro nações que ocupam temporariamente a comissão.
Fica claro, assim, que um voto negativo de um dos membros permanentes configura veto à resolução. No entanto, a abstenção de um membro permanente, por exemplo, não dá direito a veto.


7. Qual a necessidade de uma reformulação do grupo?

Existe um consenso de que a composição do Conselho de Segurança já não reflete fielmente a realidade econômica e política dos diversos membros da ONU. Em 1993, um grupo recebeu a tarefa de desenvolver um plano para ampliar o órgão e trabalhar para que as medidas para essa expansão entrassem em vigor. No entanto, o comitê funcionava na base do consenso, o que dificultou resoluções efetivas devido à discordância entre membros-chave, como Itália e Alemanha. Até agora, os países concordam que o número de participantes deve aumentar e, para isso, apresentaram várias propostas. Diplomatas descreveram o fato como "histórico", dizendo que isso aumenta a possibilidade de o Conselho se tornar maior e mais representativo no século XXI.


8. Quais nações pleiteiam uma vaga, em uma eventual reformulação?

Uma proposta recente - que, segundo os diplomatas, tem amplo apoio dos estados-membros - seria a adição de sete novas cadeiras ao Conselho de Segurança. Entre os candidatos, estão Brasil, Japão, Alemanha, Índia e uma nação africana ainda a ser escolhida.


9. Qual é a posição dos países-membros frente à ampliação Conselho?

Os Estados Unidos, por exemplo, acham que a expansão só deve ser cogitada após outras reformas na ONU e também expressam insatisfação com as aspirações da Alemanha. É uma resposta da administração do presidente George W. Bush à oposição alemã à invasão americana do Iraque, em 2003. A China , por sua vez, não admite a idéia de conceder ao Japão o status de potência regional. Pequim planeja ser a potência hegemônica na Ásia e não quer a concorrência dos japoneses.


10. Como se dá a disputa por um assento entre os não-membros?

Também há divisões. A ascensão da Índia, por exemplo, não é aceita pelo Paquistão, seu vizinho, e a Itália não entende por que o lugar seria da Alemanha e não dela própria. Por fim, México e Argentina se opõem à pretensão brasileira - seguindo a mesma ciumeira regional de asiáticos e europeus.


11. Como é feita a votação para que um novo membro seja aceito?

Para que a reforma no Conselho de Segurança seja aprovada e, enfim, novos membros entrem no grupo, é necessária a aprovação de dois terços dos 192 estados-membros que constituem a ONU. Isso significa a provação de 128 nações.


12. O que o Brasil tem feito para conseguir um assento no grupo?

O país se apresenta como o candidato mais qualificado para representar a América Latina, já que possui o maior território e a maior população da região. A justificativa é também utilizada pela Alemanha, Índia e Japão, que afirmam ser representantes naturais de suas regiões devido às dimensões de suas economias, territórios e população. A partir daí, o governo brasileiro, em conjunto com o chamado G-4, apresentou à Organização das Nações Unidas a proposta de criar seis ou sete novas vagas para membros permanentes do Conselho, e se candidatou para uma delas. Em 2005, o Brasil manteve sua candidatura, mas abriu mão do direito a veto pelos primeiros quinze anos caso fosse escolhido.


13. Quais os benefícios ao país, caso consiga uma cadeira?

O que motiva o Itamaraty (Ministério das Relações Exteriores) a buscar uma vaga permanente no Conselho de Segurança da ONU é o prestígio internacional que isso daria ao país. Entrar para esse clube significaria aumentar seu peso como interlocutor nas questões globais. A indicação para membro permanente do Conselho confirmaria também a posição de líder regional do país e daria ao Itamaraty mais força e visibilidade no exterior.




14. Quais são as reais chances de novos membros serem aceitos?

Mesmo se as negociações inter-governamentais propostas pela ONU chegarem a um acordo, o processo de ratificação da decisão provavelmente levará anos e não há garantias de que ele será bem-sucedido.

Mais uma vez a revista veja manipulou a informação de forma estratégica no item 14. A reforma da ONU depende apenas da revelação de Baha’u’llah.

“O princípio da Unidade do Gênero Humano, segundo proclamado por Bahá'u'lláh, abrange nada mais nada menos que uma solene asserção de que atingir a etapa final dessa estupenda evolução não somente é necessário, mas inevitável, que sua realização rapidamente se aproxima e que nada senão um poder oriundo de [1] Deus conseguirá estabelecê-lo” (Shoghi Effendi - O Guardião da fé)
Essa declaração de Shoghi Effendi está correta, pois o Anticristo e seus nove mestres eleiros receberão poder juntos:
E os dez chifres que viste são dez reis, que ainda não receberam o reino, mas receberão poder como reis por uma hora, juntamente com a besta. (Apocalipse 17 : 12)

http://veja.abril.com.br/idade/exclusivo/perguntas_respostas/conselho-seguranca-onu/index.shtml

26 de set de 2008

A reconstrução do templo de Salomão

Durante muitos anos, vários teólogos atribuíram a reconstrução do templo ao Anticristo usando como inspiração II Tessalonicenses 2:4:

O qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus. (II Tessalonicenses 2 : 4)

Teólogos como FRIEDRICH HEILER (1892–1967) foram responsáveis por esse tipo de interpretação que é amplamente usada por exemplo pelo CAPES (artigo em PDF).

O teólogo ecumênico Heiler foi um grande admirador dos ensinamentos de Baha’u’llah chegando ao ponto de escrever a seguinte frase:

“... Classificar a Fé Bahá'í entre as seitas islâmicas ou sub-comunidades é tão inadequado como classificar o Islã de uma seita judaica ou cristã. O próprio feito de que Bahá'u'lláh, como portador da última e mais exaltada revelação, assuma a posição que o Islã tem reservado para Maomé, torna clara a independência da religião bahá'í em relação ao Islã. Como um fenômeno histórico, a religião bahá'í se situa, então, em um status igual ao das outras religiões universais: Hinduísmo, Budismo, Islã, Sikh e Cristianismo.”
Fonte: eurooscar

Para agravar mais a situação a ONU criou o Programa de Cátedras UNESCO. O programa é centrado nos estudos de pós-graduação, nesse caso teologia, que visam criar a cooperação internacional do ensino superior com a nova ordem mundial de Baha'u'llah. Um dos objetivos do cátedras é infiltrar o marxismo comunista no cristianismo através de palestras e seminários como descrito abaixo:

"Marxismo e Cristianismo, Matrizes das Idéias Comunicacionais na América Latina"
http://www2.metodista.br/unesco/celacom2001.htm

Através desses e outros métodos surgiram vários livros sobre teologia completamente errados para preservar o nome de Baha’u’llah e sua nova ordem. Esse tipo de interpretação atribui ao Anticristo um título que pertence a besta do Abismo (Ap 17:8).

Baha’u’llah estabelecerá o seu reino nas regiões celestiais do mal e não terra. Isso encontra-se escrito em uma passagem do seu assustador livro O Senhor das Hostes:

“...O Jovem celestial ascendeu ao Trono da glória, tornou manifesta sua soberania independente, e agora anuncia, nos versos mais doces e maravilhosos, este chamado entre a terra e o céu: "Ó povos da terra...”

A ascensão de Baha’u’llah ocorrerá após a sua manifestação espiritual , ou seja, a apostasia que já está sendo preparada através das metas do milênio. Essa é exatamente a ordem em que os acontecimentos proféticos do Apocalipse devem acontecer como descrito abaixo:

Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição, (II Tessalonicenses 2 : 3)

Pare se assentar no suposto trono de DEUS e querer parecer DEUS é necessário que o templo seja espiritual e possua valores espirituais. É exatamente esse o ponto de vista que os maçons tem sobre o templo de Salomão:

“...não tentamos reconstruir materialmente o Templo de Salomão; é um símbolo, nada mais - é o ideal jamais terminado, onde cada maçom é uma pedra, preparada sem machado nem martelo no silêncio da meditação. Para elevar-se, é necessário que o obreiro suba por uma escada em caracol, símbolo inequívoco da reflexão. Tem por materiais construtivos a pedra (estabilidade), a madeira do cedro (vitalidade) e o ouro (espiritualidade)...”
http://www.pedreiroslivres.com.br/templosalomao.htm

Como os maçons não possuem essa intenção, o templo pode ser construído em outro local . E também não a necessidade de destruir a Mesquita de Aqsa (local que segundo-a fé Islâmica -foi construído o Templo de Salomão). Foi para esse fim, a construção de um templo simbólico, que a fé Baha’i demarcou o local da futura construção com um obelisco (um símbolo maçônico) em haifa:

Esse templo possuirá apenas um valor de referência para as “orações”. E será nesse local que o Anticristo (por ser um depravado e imoral ) fará as suas orgias e profanará o santuário como descrito pelo profeta Daniel:

E braços serão colocados sobre ele, que profanarão o santuário e a fortaleza, e tirarão o sacrifício contínuo, estabelecendo abominação desoladora. (Daniel 11 : 31)

O Anticristo maquinará seus projetos não em Jerusalém, mas em uma província fértil de Israel.


Virá também caladamente aos lugares mais férteis da província, e fará o que nunca fizeram seus pais, nem os pais de seus pais; repartirá entre eles a presa e os despojos, e os bens, e formará os seus projetos contra as fortalezas, mas por certo tempo. (Daniel 11 : 24)

O monte Carmelo em Haifa- Israel é hoje a terceira província mais fértil exatamente como descrito pelo profeta Daniel.

Com o auxílio desse templo de canalização espiritual o Anticristo honrará a um deus estranho que quase ninguém ouviu falar:

Com o auxílio de um deus estranho agirá contra as poderosas fortalezas; aos que o reconhecerem multiplicará a honra, e os fará reinar sobre muitos, e repartirá a terra por preço. (Daniel 11 : 39)


E por fim...São poucas as pessoas que já ouviram falar da nova ordem mundial de Baha’u’llah.

25 de set de 2008

O paraíso fiscal da “santa” sé

A nova ordem mundial de Baha’u’llah trocará em breve a corrupção financeira envolvendo as instituições eclesiásticas, e bem como suas intrigas internas, centralizando a economia mundial através da Casa de Justiça e Guardiania, ou seja, a besta de dois chifres que é responsável pela criação da nova economia (a marca da besta):
"Em que sentido e de que forma esta Ordem estabelecida por Bahá'u'lláh, que aparentemente nada mais é que uma réplica das instituições estabelecidas no cristianismo e no islã, difere destas? Não sãos as instituições gêmeas da Casa de Justiça e da Guardiania” (do livro A ordem mundial de Baha’u’llah).


A Santa Sé, como paraíso fiscal, é muito mais segura que as Ilhas Cayman, e, se Daniel Dantas usufruísse de conhecimentos certos no Vaticano, com muitas probabilidades a Operação Satiagraha teria abortado ao nascer. O Instituto para as Obras de Religião, ou como todos o conhecem: IOR, este é o nome do banco do papa, que concede aos seus selecionadíssimos clientes juros mínimos de 12% ao ano, a garantia, além da segurança do capital, de proventos com risco zero, impensáveis no restante mundo ocidental, um anonimato blindado no caveau da torre onde se localiza a sede central do Instituto, com os seus 5 bilhões de euros.




Nos últimos 30 anos, o IOR esteve envolvido em todos os escândalos que assolaram a Itália, mas nunca nenhum juiz solicitou uma investigação, nem de rotina, para procurar compreender, caso houvessem, quais as responsabilidades dos banqueiros vaticanos. Não, não é uma ficção científica, mas apenas algumas revelações do La Questua, ensaio que há meses lidera as estatísticas de vendas na Itália, embora seja ignorado pela maioria dos mass media.




No entanto, o volume é o fruto de anos de pesquisas realizadas por Curzio Maltese, jornalista investigativo do diário La Repubblica que há tempo indaga teimosamente sobre esses temas, batendo contra a parede de borracha das autoridades eclesiásticas. Para compreender como seja possível o Vaticano ser um paraíso fiscal superior às Ilhas Cayman, ou por que um quarto dos imóveis de Roma é de propriedade do Vaticano, e totalmente isentos de impostos, ou ainda para verificar como o Estado italiano gasta muito mais para manter a Igreja do que com sua classe política, CartaCapital entrevistou o autor do best seller que daqui a alguns dias será publicado também na Alemanha, pátria de papa Ratzinger.




CartaCapital: A torre com o único caixa eletrônico no interior do Vaticano, citada em seu livro, o senhor a viu?


Curzio Maltese: Sim, e pode ser vista também fora dos muros do Vaticano. É uma torre de 1400 muito bonita e sugestiva, no interior da Santa Sé. Mas é também muito misteriosa. É uma arca de mistérios que se arrastam há dezenas de anos. Principalmente desde os anos 70, quando o monsenhor Paul Marcinkus, célebre pela frase “não se governa a Igreja com as Ave-Marias”, começou a dirigir o IOR.




CC: Quais mistérios?


CM: O IOR é responsável de todos os escândalos italianos, e não somente de uma das maiores trapaças do sistema bancário europeu, ou seja, a falência do Banco Ambrosiano. Porque, em seguida àquilo, houve Mani Pulite, com as porcentagens Enimont, e as falências Parmalat e Cirio. Até no futebol, quando houve o escândalo dos juízes debaixo da batuta do diretor-geral da Juventus, Luciano Moggi, dois anos atrás, aparece à sombra do IOR. Mas o IOR é ligado também à lavagem, principalmente do dinheiro da Máfia. Até há quem afirme que os grandes bosses de Corleone, Totò Riina e Bernardo Provenzano, investiram no IOF.




CC: Certo, já que o arrependido Francesco Marino Mannoia, considerado por Giovanni Falcone (do pool antimáfia, assassinado em 1992) tão confiável como Tommaso Buscetta (o arrependido mais célebre), e que Riina mandou matar alguns anos depois, confessou ao juiz que o dinheiro da Máfia foi depositado durante anos nos caixas do IOR. Por que ninguém controlou?




CM: Teoricamente, seria possível pedir por rogatória e, realmente, isso nunca aconteceu. O IOR é uma entidade central do Vaticano, protegido por extraterritorialidade, e o pedido de rogatória de qualquer magistrado italiano teria de passar pelo Ministério do Exterior. Muito bem, na Itália, o ministro do Exterior dotado de coragem bastante para assinar uma rogatória ao Vaticano deve ainda nascer, donde tudo se evapora no absoluto mistério, mesmo se alguns casos voltam à tona pontualmente gerando lendas.




CC: Por exemplo?




CM: Por exemplo o caso de Emanuela Orlandi, filha de um funcionário da Prefettura della Casa Pontificia, desaparecida em circunstâncias misteriosas no dia 22 de junho de 1983, com a idade de 15 anos, e que se transforma numa trama no interior do Vaticano. Verdade ou mentira? Na realidade não é possível determinar, porque já é impossível realizar qualquer investigação. Outra história famosa e misteriosa é a morte do papa Luciani. Conspiração verdadeira ou falsa? Também nunca foi possível ir ao fundo da questão, já que a atitude do Vaticano é sempre aquela de fechar-se a cada tentativa de verificação externa. Por isso desapareceram as anotações de João Paulo I feitas na mesma noite em que morreu, e que se relacionavam justamente com Marcinkus e o IOR, bem como não foi autorizada a necropsia. Essa escassa intimidade com a democracia acaba tornando-se um bumerangue contra o Vaticano.




CC: Podemos, pois, escrever que o Vaticano é o paraíso fiscal mais blindado do mundo?




CM: Sim, e é com certeza o menos indagado, porque no fim também os paraísos fiscais estão pelo menos na black list. E, quando se espalha o rumor, como por ocasião da falência da Parmalat, de que seus fundos estão depositados nas Ilhas Cayman, os acionistas começam a se preocupar. Sobre os fundos mais ou menos transparentes depositados no IOR, pelo contrário nada se sabe. Este é o problema. Sem levar em conta a atitude típica do Vaticano em tratar as relações com os outros Estados, principalmente com a Itália, como meras relações ao vértice, daquelas em que a opinião pública jamais é consultada.




CC: Mas o Vaticano e os bispos interferem de forma bastante pesada, nestes últimos tempos, quase todos os dias, na vida pública e na democracia italiana...




CM: Com toda certeza este é apenas um lado. Porém, por outro lado não aceitam nenhum tipo de indagação. A Igreja na Itália representa um poder que participa da vida democrática apenas do ponto de vista dos direitos, mas não dos deveres. Um poder que nem em sonho esclarece algo, nem por que o chefe do Bando da Magliana, a mais poderosa organização criminal que operou em Roma, seja sepultado na cripta da igreja de Sant’Apollinare, honra reservada a papas, cardeais e bispos.




CC: Voltando às relações entre alta finança e Igreja Católica, quais as ligações encontradas no decorrer da sua pesquisa?


CM: São muitas as pessoas próximas da Igreja Católica, ou mesmo ligadas diretamente, desempenhando papéis de grande relevância no mundo das finanças. Mas isso por si não é fonte de investigações judiciárias.


Na Igreja encontra-se de tudo, há os santos, há os especuladores. O problema é que os especuladores não são perseguidos no ambiente da Igreja. Há sempre uma justificativa. Já estouraram vários escândalos na Itália sobre fundos destinados à caridade, e de fato empenhados em outras finalidades. Assim como estouraram escândalos também no resto do mundo em operações financeiras relacionadas a ambientes eclesiásticos, a atitude do Vaticano é sempre aquela usada pelo “banqueiro de Deus”, Marcinkus, ou seja, uma total defesa baseada no desconhecimento. Nunca há aceitação das responsabilidades, como se, além do papa, fossem também infalíveis os administradores do IOR. Creio, pois, que seja uma péssima imagem, também para a religião católica, esta contínua mistura com o mundo dos negócios, mais ou menos disfarçada por intenções éticas.




CC: No seu livro o senhor descreve bem o poder de chantagem da hierarquia da Igreja Católica em relação à periferia, América do Sul incluída. Poderia sintetizar do que se trata?


CM: O máximo artífice dessa “estrutura de chantagem” foi o cardeal Camillo Ruini, cujo trabalho foi fundamental para o saneamento das finanças desarrumadas do Vaticano, depois da falência do Banco Ambrosiano, no começo dos anos 80. Isso foi facilitado pela introdução, em 1984, de um mecanismo através do qual o Estado italiano iniciou a devolução à Igreja do 8 por mil de seu intróito fiscal, imposto criado originariamente para pagar os salários aos sacerdotes católicos, mas que hoje supera em mais de dois terços esse objetivo, tendo levado para os caixas do Vaticano 887 milhões de euros somente em 2007.


É por isso que somente bispos e cardeais aposentados, não podendo mais obter dinheiro para as próprias dioceses, permitem-se fazer críticas. Todos os outros, de fato, são objeto de chantagem na relação pecuniária, do momento em que a decisão da distribuição do 8 por mil é realizada diretamente pelo Vaticano. Isso condicionou o debate interno da Igreja, principalmente na Itália, mas também no exterior, América do Sul incluída.




CC: O senhor calcula que um quarto do patrimônio imobiliário de Roma seja propriedade da Santa Sé. Por que não se valeu dos números oficiais do registro cadastral da capital?






CM: Porque não existem! Por mais que possa parecer escandaloso, nunca foi feito um recenseamento sobre o principal proprietário imobiliário italiano há 138 anos, isso é desde que existe o Estado unitário italiano com Roma capital. Creio que esse esquecimento enquadre muito bem a relação, pelo menos anômala, entre o Estado e a Igreja na Itália. Diferentemente de quanto foi feito em países tradicionalmente muito católicos, como Portugal e Espanha, onde muitos privilégios da Igreja foram abolidos. Até na Polônia abriu-se um debate sobre as relações entre Estado e Igreja, apesar da forte influência católica na luta anticomunista. Mas, por fim, também em Varsóvia hoje na aula de religião o aluno pode escolher entre cinco, enquanto na Itália há somente uma.




CC: Por que quando o Partido Democrata Cristão se desintegrou, por causa dos escândalos de corrupção revelados por Mani Pulite, no início dos anos 90, maiores benefícios foram concedidos ao Vaticano, com uma real rendição sem condições das instituições políticas italianas?


CM: Isso porque o Vaticano historicamente teve relações piores com os primeiros-ministros que eram realmente católicos, como Alcide De Gasperi, Aldo Moro e, recentemente, Romano Prodi, do que com os anticlericais, como Mussolini e Craxi, ou com personagens de poucas virtudes cristãs, como Berlusconi.




CC: A razão?




CM: Porque com estes últimos se negocia melhor, mesmo porque, no fundo, não há nenhum envolvimento pessoal, mas se cria uma espécie de troca. O governo concede benefícios econômicos para a Igreja, para ter desta apoio político. É o que aconteceu pontualmente com o fascismo, em seguida nos anos 80, principalmente com os socialistas, e agora com Berlusconi. Não se trata de discutir princípios, e sim de mera troca de interesses, políticos de um lado, e econômicos do outro.




CC: Falamos agora do governo Berlusconi. Onde a Igreja Católica poderia ulteriormente fazer valer a própria influência política?


CM: Com toda certeza, em primeiro lugar na área da saúde. Depois há também as Regiões, grandes fontes de financiamentos para clínicas e escolas privadas católicas. Outro setor em expansão é aquele do turismo. Desde o Jubileu de 2000 a Igreja está assumindo um papel muito grande no mercado.




CC: Também porque, por seu patrimônio imobiliário, o Vaticano não paga 1 euro de impostos. CM: Sim, e todas essas isenções fiscais, principalmente sobre o turismo, dão uma vantagem enorme na competição para as estruturas da Igreja, em relação aos hotéis privados. Os hotéis religiosos, por exemplo, não pagam nem o imposto municipal sobre o imóvel (no Brasil, o IPTU) nem impostos sobre o trabalho dos funcionários, podendo assim oferecer preços mais baixos em relação àqueles que não têm essa regalia, que, ao contrário, devem pagar impostos. Por isso o turismo religioso vive um boom, enquanto o comum está em crise. Cúmplice dessa situação é também a desvalorização do dólar em relação ao euro. Por exemplo: os hotéis religiosos são muito procurados pelos americanos, porque são mais baratos, e também porque estão localizados em lugares magníficos.




CC: O imposto do 8 por mil nasceu para pagar os sacerdotes, enquanto as freiras estão excluídas. Por quê?


CM: As freiras não recebem salário nem a aposentadoria, que é dada aos sacerdotes, isso porque não dependem da Conferência Episcopal Italiana. É este um sistema que opera uma grande discriminação entre os sexos.




CC: Um padre, pago pelos impostos do Estado italiano, quanto recebe?


CM: Varia dos 900 euros, aproximadamente, para um padre de aldeia ou do interior aos 2.500 para os bispos.




CC: No seu livro, o senhor cita muitas fontes de intelectuais católicos, mas nenhuma do IOR ou do Vaticano.


Por quê?


CM: Porque deles é por demais difícil obter-se respostas ou esclarecimentos. Porque não há nenhum interesse de parte deles em ter uma relação desse tipo com a opinião pública. A relação à qual estão acostumados é aquela que se baseia no monólogo. Consegui falar pessoalmente apenas com o chefe de Opera Romana Pellegrinaggi (Obras Romanas Romarias), talvez porque era mais jovem que os outros...


24 de set de 2008

Após matança, Finlândia discute maior controle de armas

Uma promessa antiga que ainda não foi cumprida na Finlândia:

Após matança, Finlândia discute maior controle de armas
O governo da Finlândia planeja endurecer as leis de controle de armas, depois que um estudante de 18 anos matou oito pessoas a tiro e cometeu suicídio numa escola do país.


Essa idéia “maravilhosa” de criar um mundo de paz e amor global sem armas tem a sua origem no artigo K-159 do kitáb-i-aqdas , a carta magna da nova ordem mundial, descrito abaixo:

K- 159. Proibiu-se-vos o porte de armas, salvo se essencial, e permitiu-se que vestísseis seda.

Mas para que essa lei “supostamente” se concretize os sete vales são acionados nas regiões celestiais do mal e rugem como leão procurando a quem possa tragar, matar e dominar.

Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar; (I Pedro 5 : 8)

O kitáb-i-aqdas não possui nenhum princípio moral, ou condutas de comportamento social. Ele visa apenas o estabelecimento da Nova Ordem.
Esse jovem entrou no vale do amor. É no vale do amor que a pessoa vê o veneno mortal (a morte) como um "bálsamo" agindo de forma totalmente inconsciente:

Vale do amor
“ O viajante torna-se agora inconsciente de si próprio e de tudo além de si....Não vê a ignorância nem o conhecimento, nem a dúvida nem a certeza; não distingue entre a manhã da orientação e a noite do erro. Foge tanto da crença como da descrença, e o veneno mortal é para ele um bálsamo”


Mas em quanto esse pobre rapaz perdeu sua vida de forma trágica, os globalistas aproveitam essa oportunidade para criarem legislações contra o desarmamento. Nessa outra notícia da BBC o governo da Finlândia afirma esse compromisso:

“Por conta deste ataque, o governo da Finlândia prometeu levantar a idade mínima para a compra de armas, mas o país tem uma longa tradição de caça e posse de armas, com cerca de 1,6 milhões de armas de fogo nas mãos de indivíduos”


O governo da Finlândia encontra-se no vale da busca. Afinal...uma "longa tradição" exige paciência para mudar o comportamento:

O VALE DA BUSCA:

“O corcel desse Vale é a paciência; sem a paciência o peregrino dessa jornada não chegará a parte alguma e não atingirá nenhum alvo. Jamais deveria ele desanimar; ainda que se esforce por cem milhares de anos”


A mudança de comportamento acontece de forma gradual e por esse motivo muitos outros casos como esses ainda surgirão de forma infinita em vários lugares. Basta ver alguns exemplos abaixo de casos semelhantes espalhados pelo mundo. A pergunta é: Quem receberá a segunda bala em nome do desarmamento?


Atirador abre fogo e mata 9 em escola técnica na Finlândia
Incidente é o 2º em menos de um ano no país; jovem de 20 anos seria aluno da escola.


Atirador morre depois de invadir escola na Alemanha
Um professor e sete alunos foram feridos; atirador levava material explosivo.


Atirador mata seis em universidade dos EUA
Homem invadiu sala de aula perto de Chicago e cometeu suicídio em seguida.

Atirador mata 2 em estacionamento de shopping nos EUA
Incidente foi em Kansas na tarde do domingo; atirador foi encontrado morto depois.


Atirador fere turistas na fronteira entre Israel e Jordânia
Homem armado abriu fogo perto do balneário de Eilat e acabou morto por forças de segurança israelenses.

Atirador deixa 7 mortos durante missa nos EUA
Crime ocorreu em hotel da rede Sheraton; motivo é desconhecido.

Atirador mata uma pessoa e fere seis em Israel
Segundo informações, o homem estaria disfarçado de soldado israelense e abriu fogo em um ponto de ônibus lotado.

Atirador mata oito e se suicida em shopping nos EUA
Outras cinco pessoas ficaram feridas no ataque no Estado de Nebraska.

Aluno mata oito e se suicida em escola na Finlândia
Atirador de 18 anos indicava gostar de armas no YouTube; pelo menos 10 ficaram feridos.


Estudante mata oito pessoas nos EUA
Atirador, que acabou morto, matou casal e depois abriu fogo numa escola.

Atirador invade fábrica 'e mata três' nos EUA
Autor do ataque cometeu suicídio; ainda não se sabe o que teria motivado agressão.


Confronto com atirador isralense mata três palestinos
Em Nablus, homem abre fogo contra grupo que desobedecia toque de recolher.


Homem armado mata oito em mesquita no Iêmen
Atirador abriu fogo contra fiéis durante orações desta sexta e acabou preso pela polícia.

Israel mata 'atirador palestino'
Governo americano reage à ameaça velada de Israel contra líder palestino.

Atirador mata cinco pessoas em fábrica nos EUA
Depois de abrir fogo contra funcionários da empresa, no Mississippi, homem armado se suicida.

Atirador abre fogo em faculdade dos EUA e mata uma pessoa
Polícia americana invade prédio depois de sete horas de impasse e prende suposto franco-atirador.


Atirador palestino mata quatro em assentamento judaico
Dois atiradores palestinos, responsáveis por atentado, são mortos; Jihad Islâmica assume autoria de ataque.

Atirador mata cinco pessoas em kibutz no norte de Israel
Incidente acontece no mesmo dia em que tropas israelenses se retiram da cidade de Jenin, na Cisjordânia.


Homem armado mata três em universidade no Arizona
Depois de atirar em duas professoras e em uma terceira pessoa na cidade de Tucson, atirador suicidou-se.


Atirador mata duas pessoas em universidade no Arizona
Depois de atirar em duas professoras de Escola de Enfermagem, estudande suicida-se em frente a colegas.

Atentado mata quatro colonos israelenses
Ataque ocorreu em assentamento da Cisjordânia; soldados estão em busca de atirador, que pode estar com reféns.

Atentado mata cinco colonos israelenses
Atirador palestino, que também deixou 17 feridos, ainda estaria escondido no assentamento de Adora, na Cisjordânia.


Atirador abre fogo em rua de Israel e mata quatro pessoas
No total, sete pessoas morreram. Atiradores foram mortos pela polícia e soldado foi baleado em outro ataque.


Atirador abre fogo em rua de Israel e mata quatro pessoas
No total, sete pessoas morreram. Atiradores foram mortos pela polícia e um soldado foi baleado em outro ataque.

Homem mata 14 pessoas e comete suicídio na Suíça
Atirador abriu fogo durante sessão em Zug, perto de Zurique; entre as vítimas estão três integrantes do governo.


http://newssearch.bbc.co.uk/cgi-bin/search/results.pl?scope=portuguese&tab=portuguese&order=sortboth&q=atirador

22 de set de 2008

A ultima vontade de Abdu’l’bahá - parte II




No testamento de Abdu’l’bahá” estava designado que o seu filho Shoghi Effendi deveria indicar um sucessor para dar continuidade a nova ordem mundial. Abaixo segue um trecho desse documento:

“...Ó vós, amados do Senhor! Cumpre ao guardião da Causa de Deus designar durante a sua vida quem deve ser seu sucessor...”

Mas acontece que Shoghi Effendi (o guardião da fé) não deixou nem um sucessor para administrar a Casa Universal de Justiça e a Guardiana (Instituições que estão acima da ONU) . Isso acontece por que os nove membros dessas instituições serão substituídos por duas pessoas que é a Besta de Dois chifres (a besta da terra):

E vi subir da terra outra besta, e tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro; e falava como o dragão. (Apocalipse 13 : 11)

A palavra “terra” faz referência a terra gloriosa, ou seja, Haifa-Israel, a palavra “chifres” se refere a quantidade de líderes, nesse caso dois e a palavra cordeiro ( que representa o Senhor Jesus) diz que essas duas pessoas se consideram cristãos.

Quando Abdu’l’bahá esteve nos EUA ele não só revelou esse segredo do seu testamento, mas também toda a futura estrutura do governo mundial:

16 DE JUNHO DE 1912 Palestra na Residência do Sr. e Sra. Howard MacNutt Eastern Parkway, 935, Brooklyn, Nova Iorque

“ ...A superstição sobre o número treze tem origem no fato de que Jesus era cercado por doze apóstolos e que Judas Iscariotes era o décimo terceiro membro do grupo. Esta é a origem da superstição, mas é algo puramente imaginário(...)

O número treze representa para o cristianismo as Bestas do Apocalipse.

A Besta do Abismo = 1
A besta de dois chifres = 2
A besta do Mar = 10

Mas para a fé Bahá’i o número13 representa os 13 líderes mundiais, por esse motivo não se deve ter qualquer supertição sobre esse número:


Como Baha’u’llah não deve ser contado, por se tratar de um ser espiritual, o número da nova ordem passa a ser 12 (o número da completude), ou seja, os 12 Apóstolos de Baha’u’llah. Mais adiante na mesma palestra ele faz essa afirmação:

“Doze é o número original de significação e completude(...) Os mistérios dos Livros Sagrados foram explicados na manifestação de Bahá'u'lláh...”

Os 12 Apóstolos de Baha’u’llah são: A besta do mar ( o anticristo e seus nove mestres eleitos) e a besta de dois chifres. Com essa e mais uma palestra de Abdu'l'Bahá já é possível definir a "religião" de cada um dos chifres da besta da terra:

1) O primeiro chifre:

É fundamental que um desses líderes seja maçom, pois a maçonaria está presente nas mais diversas áreas executivas do governo e os maçons se consideram cristãos. Para promover essa união Abdu’l’Bahá proferiu a palestra abaixo que inaugurou a união da maçonaria com a cabala:

30 DE ABRIL DE 1912 - Palestra na Reunião Pública de Conclusão da Convenção da União do Templo Bahá'í * Drill Hall, Templo Maçônico, Chicago, Illinois

“...A política divina governará o mundo, pois a política divina é a unicidade da humanidade. (...) Ele considera todos Seus servos. Não exclui ninguém,
e Seus julgamentos são corretos e verdadeiros...”

Obs.: Quando Abdu’l’bahá diz “Ele”é uma referência ao manifestante,ou seja, Baha’u’llah.


É por fim...a maçonaria é uma das maiores ongs do planeta:

“A moderna sociologia nos diz que num futuro próximo - e eu acredito que este futuro já iniciou - as grandes decisões sobre nosso próprio destino (material) passarão, necessariamente, pela 3ª via: as Ong’s. E gostem ou não nossos queridos IIr\ mais ortodoxos, a maçonaria é uma das maiores Ong’s do planeta. Portanto meus irmãos, mãos a obraIr\ Francisco Herles de Souza Matos


2) O segundo Chifre:

É necessário que o segundo líder seja um praticante da seita de cabala (que também se considera uma religião cristã). A própria palestra acima de Abdul’ mostra a importância dos números cabalísticos sobre a maçonaria.

O poder legislativo da nova ordem mundial é espiritual. Nesse caso, a cabala é a religião adequada para canalizar as instruções que estão escritas no Kitab-i-aqdas e os sete vales de Baha’u’llah. Entre todas as seitas esotéricas, a cabala é a que está mais próxima do deus da nova ordem mundial. Essa comprovação pode ser vista quando se lê a denifição do que é a cabala:

A Cabala - “..É colocar em prática a sabedoria sagrada com a finalidade de sentir o divino mais próximo. É um contato direto com a presença de Deus, a sua essência. Costumamos dizer que o homem necessita abrir sete cortinas para entrar em contato com a realidade, com a essência de tudo, até a união mística...”

http://www.jornalinfinito.com.br/materias.asp?cod=153

Obs. As sete cortinas descrita acima são os sete vales de Baha’u’llah. Ou seja, seus ensinamentos estão presentes em todas as religiões pagãs.
Referências:
A paz universal ( Abdu'l'bahá na América)
A última vontade e testamento de Abdu'l'bahá

Congresso internacional avalia cumprimento das Metas do Milênio

"...A unidade do gênero humano, assim como Bahá’u’lláh a concebeu, compreende o estabelecimento de uma comunidade mundial ..."
A assustadora profecia de Habacuque está cada vez mais próxima de ser concretizada pelo soberbo:
Tanto mais que, por ser dado ao vinho é desleal; homem soberbo que não permanecerá; que alarga como o inferno a sua alma; e é como a morte que não se farta, e ajunta a si todas as nações, e congrega a si todos os povos. (Habacuque 2 : 5)
Nóticias:
São Paulo - Cerca de mil pessoas estarão reunidas nesta semana em São Paulo para avaliar o cumprimento das oito Metas do Milênio, estabelecidas em 2000 pela Organização das Nações Unidas (ONU) com o objetivo de assegurar o desenvolvimento global. Elas participam do 2º Congresso Internacional de Direitos Humanos, aberto nesse domingo (21) no auditório do Anhembi.


De acordo com o presidente do evento, Ricardo Castilho, a intenção é fazer um balanço do que está sendo feito no Brasil e no mundo para que os oito objetivos pactuados por 191 países sejam alcançados: acabar com a fome e a miséria; oferecer educação básica e de qualidade para todos; promover a igualdade entre sexos e valorizar a mulher; reduzir a mortalidade infantil; melhorar a saúde das gestantes; combater a aids, a malária e outras doenças; aumentar qualidade de vida e o respeito ao meio ambiente; trabalhar conjuntamente pelo desenvolvimento.

Castilho explicou que as nações da ONU têm até 2015 para cumprir as oito metas. Porém, disse ele, “se continuarmos como estamos, não vamos alcançá-las. A maior parte dos países em desenvolvimento avançou pouco. O Brasil não é diferente”.

Ele lembrou que, anualmente, 1 milhão de pessoas morrem de malária por ano no país, 18 milhões de brasileiros ainda são analfabetos e muitos cidadãos sobrevivem com menos de U$ 1 (cerca de R$ 1,80) por dia. “Nossas políticas de combate à fome e à miséria são um engodo. Talvez por conta delas, as pessoas não saem nunca da pobreza”, acrescentou, criticando programas sociais do governo federal, como o Bolsa Família.

Castilho afirmou, entretanto, que no combate à aids o Brasil vai bem. “Somos o único país em desenvolvimento com uma política de combate à aids considerada modelo”.


A partir do encontro, disse o presidente, será elaborada a Carta Brasil de Direitos Humanos 2008. O documento vai ser enviado a órgãos governamentais e não-governamentais nacionais e do exterior, e também à própria ONU.

De acordo com Ricardo Castilho, inicialmente, esta carta deve conter um pedido para que as Nações Unidas incluam uma nona meta no rol de objetivos para o milênio: a não-discriminação.

http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2008/09/21/materia.2008-09-21.0426589921/view


Encontro da ONU vai reunir quase 200 países para discutir desenvolvimento mundial

Nova York (EUA) - A 63ª sessão da Assembléia-Geral da Organização das Nações Unidas começa na próxima terça-feira (23) e deve reunir representantes dos 192 países-membros da ONU. O encontro será na sede da organização, em Nova York (EUA). Temas como mudanças climáticas, promoção dos direitos humanos, combate à fome e à pobreza, desarmamento e combate ao terrorismo vão fazer parte dos debates, que encerram no dia 1º de outubro.

A inclusão do Brasil como membro permanente do Conselho de Segurança da ONU, uma antiga reivindicação dos brasileiros, voltará a ser defendida por Lula. O cenário para que essa antiga reivindicação dos brasileiros se torne realidade é positivo.
O presidente da 63ª sessão, Miguel d’Escoto Brockmann, disse recentemente que o objetivo central do encontro da Assembléia-Geral é democratizar as nações unidas.
http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2008/09/19/materia.2008-09-19.5371086416/view

21 de set de 2008

CMI comemora 60 anos de apostasia


O secretário da ONU Ban Ki-moon (foto) supervisionando as metas do milênio e a futura revelação de Baha'u'llah para os cristãos.
O conselho mundial de igrejas (The World Council of Churches) é outra importante instituição que aderiu os ensinamentos de Baha’u’llah. O site do CMI até possui um link (clique aqui para ler) sobre os ensinamentos da fé.
Aplicando os ensinamentos de Baha’u’llah (o cristo cósmico) de forma gradativa não serão poucas as igrejas que aceitarão a sua revelação como solução das metas do milênio e outros problemas que afligem a humanidade criados pela ONU.
No site do CMI eles são um pouco mais discretos e ainda não usam abertamente a estrela de nove pontas (o sinal unificador de Baha'u'llah AP 13:16) como no parlamento das religiões ; e sim uma cruz. A dimensão da apostasia envolvendo as igrejas pelo mundo pode ser vista no link abaixo:

http://www.oikoumene.org/en/member-churches.html

Notícia:
Cerimônias, livros e transmissões comemoram os 60 anos do CMIALC/CMIGenebra, quinta-feira, 21 de agosto de 2008 (ALC) - Lembrando o encontro das 147 igrejas que se reuniram em Amsterdam, no dia 23 de agosto de 1948, para a fundação do Conselho Mundial de Igrejas (CMI), o secretário-geral do organismo ecumênico, Samuel Kobia, disse, no mesmo local da realização do evento há 60 anos, que era significativo constatar que "as igrejas foram fiéis ao seu compromisso" de, em Cristo, encontrarem-se mutuamente. As igrejas "não somente permaneceram unidas, mas aprofundaram e ampliaram a comunidade", destacou Kobia. Representantes de igrejas membros de todo mundo, como o reverendo Michael Kinnamon, do Conselho Nacional de Igrejas dos Estados Unidos, consideram esta data uma ocasião para celebrar a comunidade ecumênica através da oração.Amanhã à tarde será comemorada a criação do CMI em reunião seleta na igreja Nieuwe Kerk, em Amsterdam.

Foi esta igreja que acolheu o serviço de abertura da assembléia fundadora do CMI em 1948. Neste templo, a rainha Beatriz, dos Países Baixos, receberá o primeiro exemplar do livro do jubileu "The Ecumenical Movement at a Crossroads".O livro reúne uma compilação de ensaios escritos por personalidades relacionadas ao movimento ecumênico, entre elas Nelson Mandela.Agradecendo às "igrejas e aos amigos ecumênicos dos Países Baixos", que patrocinaram e organizaram o encontro de Amsterdam, Kobia afirmou que "os desafios para buscar a unidade visível são hoje maiores, mas nós olhamos para os próximos 60 anos com esperança e confiança, inspirados pelo espírito de nossos antepassados ecumênicos que tornaram possível o que ocorreu em Amsterdam em 1948".O documentário sobre o CMI, que será emitido pelo canal Nederland 2 da televisão nacional holandesa no sábado, 24 de agosto, é uma das transmissões que cobrem o aniversário em diferentes países.Também será transmitido serviço radiofônico, dirigido pela ex-diretora de serviços humanitários e de refugiados do CMI, pastora Myra Blyth, na Rádio 4 da BBC, neste mesmo dia.
O programa conta com contribuições da presidenta do CMI na Europa, Mary Tanner, bem como do pessoal do CMI e dos alunos do Instituto Bossey do Conselho, na Suíça, e poderá ser visto também através da página web da BBC.O ato central das celebrações do 60º aniversário foi realizado em Genebra, em fevereiro, durante a reunião do Comitê Central do CMI, que vem a ser o principal órgão reitor do Conselho durante o período de sete anos entre as assembléias gerais do organismo ecumênico internacional.Na celebração ecumênica festiva de 17 de fevereiro, o patriarca ecumênico Bartolomé I recordou à congregação que lotava a catedral de São Pedro, de Genebra, que o CMI empreendeu muitas realizações ao longo destas seis décadas de existência.

19 de set de 2008

Lula diz que é a favor do casamento gay

Notícia:
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta quarta-feira (17) em entrevista à TV Brasil que é a favor do casamento gay.
Casamento gay
"Tem homem morando com homem, mulher morando com mulher e muitas vezes vivem bem, de forma extraordinária. Constroem uma vida juntos, trabalham juntos e por isso eu sou favorável. Por isso, eu acho que nós temos que parar com esse preconceito. Que cada ser humano viva sua vida do jeito que bem entender, desde que não moleste a vida dos outros."


Muitas pessoas ainda não sabem, mas o presidente brasileiro segue a risca os ensinamentos da nova ordem mundial de Baha'u'llah. Após ter recebido o seu exemplar do livrinho "Os sete vales", ele está seguindo a risca os dois vales abaixo:

VALE DA UNIDADE
"...Ele contempla todas as coisas com a vista da unicidade, e vê os brilhantes raios do sol divino..."
O presidente brasileiro encherga o movimento gay exatamente como descrito acima! O importante na nova ordem é criar a unidade humanidade, ou seja, as várias tribos globais sem a existência dos princípios morais cristãos.

VALE DO AMOR
"...O viajante torna-se agora inconsciente de si próprio e de tudo além de si. Não vê a ignorância nem o conhecimento, nem a dúvida nem a certeza; não distingue entre a manhã da orientação e a noite do erro.."


Somente uma pessoa que não serve ao verdadeiro DEUS e os ensinamentos do senhor Jesus apóia a causa gay. Isso pode ser comprovado nessa frase do presidente: "Tem homem morando com homem, mulher morando com mulher e muitas vezes vivem bem, de forma extraordinária."
Mas o que é aprovado pelos sete vales é totalmente condenado pela Bíblia.

Os quais, conhecendo a justiça de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem. (Romanos 1 : 32)

Obs.:O movimento gay é de extrema importância na nova ordem mundial, pois eles serão usados para denunciar e prender muitos cristãos em breve.

17 de set de 2008

iPhone 3G chega ao Brasil

O Iphone (que integra o ipod, telefone e comunicador da internet) até que é um pouco interessante, mas para promover a unidade da humanidade e a revelação de Baha’u’llah ainda é necessário a sua integração com a TV.


Notícias:

iPhone 3G deve custar média de 1.500 reais com plano de 200 reais no Brasil

São Paulo - Primeiro lote do iPhone 3G chegou nesta quarta-feira (17/09) ao Brasil. Fontes afirmam que Vivo venderá aparelho por R$ 1.500.

O primeiro lote do iPhone 3G chegou ao Brasil na manhã desta quarta-feira (17/09). Ele lote deve atender os clientes que fizeram a reserva do aparelho da Apple na operadora Vivo.

Fontes ligadas às negociações afirmaram que o preço médio do iPhone 3G, pela Vivo, será de 1.500 reais, com plano mensal de 200 reais - o qual deve incluir serviço de voz e dados.

A média de 1.500 reais é válida para os modelos de 8GB e 16GB, que devem ter uma diferença pequena. Os preços também podem sofrer variações conforme o plano contratado.

Este valor é bastante alto se compararmos a outros países da América do Sul, como Argentina e Chile, onde o iPhone 3G custará o equivalente a 570 e 187 reais, respectivamente.

http://idgnow.uol.com.br/telecom/2008/09/17/iphone-3g-deve-custar-media-de-1-500-reais-com-plano-de-200-reais-no-brasil/


Celular que também é Tv digital tem tecnologia nacional

O ministro da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende, conheceu nesta segunda-feira (15) o primeiro aparelho celular com capacidade de receber sinais de televisão digital. O equipamento, tecnicamente denominado de Aparelho de Recepção de Sinais de Televisão Digital Móvel, foi apresentado pelo presidente da empresa Semp-Toshiba, Afonso Antônio Hennel.

Projetado e desenvolvido no Brasil com tecnologia nacional o aparelho teve a participação do Instituto Eldorado e do Centro de Pesquisa Avançada Wernher Von Bronn, para a sua produção, entidades que se valeram dos benefícios proporcionados pela Lei de Informática.

Para o ministro Rezende, o modelo de celular demonstra a capacidade dos técnicos do País e o estágio avançado da tecnologia brasileira no setor eletroeletrônico. Além disso, revela a segurança que o setor privado sente na política econômica e nos planos que o governo tem para a área científica e tecnológica para o País, para ampliar seus investimentos.

A Semp-Toshiba é uma das grandes empresas do setor eletroeletrônico, com atuação nas áreas de áudio, informática e áudio e vídeo. Há cinco anos entre os maiores fabricantes de microcomputadores do País, a empresa tem unidades de produção em Salvador (BA) e em Manaus (AM), onde fabrica televisores, DVD, equipamentos de áudio e, agora, telefones celulares.

15 de set de 2008

Os sete trovões do Apocalipse - final


As leis do Kitáb-i-aqdas hoje se transformaram em uma vasta quantidade de legislações menores no mundo inteiro. Muitas pessoas não sabem, mas a própria constituição Brasileira foi totalmente inspirada nos ensinamentos de Baha’u’llah.

As falhas criadas na constituição Brasileira serão supostamente corrigidas com a futura legislação mundial que será criada pelos representes da nova ordem mundial de Baha’u’llah na terra que são: O Anticristo e seus nove mestres eleitos, A besta da terra e o Falso Profeta.

A missão do futuro cidadão global é ser totalmente obediente a essa legislação e jamais contestar as suas ordens. Um dos Artigos do Kitáb-i-aqdas que revelam essa futura tragédia e o Artigo K-132:

"132. Ó povos do mundo! Dai ouvidos ao chamado dAquele que é o Senhor dos Nomes(...) o Poderoso, o Forte, O que tudo domina, o Excelso, o Onisciente, o Sapientíssimo(...) através de uma só palavra Sua apoderar-se-ia de toda a humanidade. Acautelai-vos! Não hesiteis em aceitar esta Causa, uma Causa ante a qual se curvou a Assembléia das alturas e os habitantes das Cidades dos Nomes..."

É por essa “causa” que a humanidade dever ficar presa nos três primeiros vales. O viajante jamais achará a paz, pois o batismo com o falso “espírito santo” provoca distúrbios emocionais e mentais. O caminho que leva o viajante por esse trágico caminho são...

1) O VALE DA BUSCA

São infinitas as vozes desse vale para se chegar a unidade global, mas o seu principal requisito é a paciência como descreve Baha’u’llah abaixo:

“O corcel desse Vale é a paciência; sem a paciência o peregrino dessa jornada não chegará a parte alguma e não atingirá nenhum alvo.”

O fim da era Fidel Castro, o fim da ditadura Brasileira que durou mais de 30 anos e a queda do muro de Berlin são exemplos dessa troca de poder que satanás faz com tanta freqüência na terra:

E disse-lhe o diabo: Dar-te-ei a ti todo este poder e a sua glória; porque a mim me foi entregue, e dou-o a quem quero. (Lucas 4 : 6)

A transição de governo no Haiti, Afeganistão e no Iraque são outros exemplos dessa transição, mas essas regiões só atingirão a nova ordem quando toda a humanidade se sacrificar em nome do bem comum, ou seja, Adorar Baha’u’llah e sua economia “divina”:

“E jamais o buscador atingirá seu objetivo a menos que sacrifique todas as coisas. Ou seja, tudo o que tiver visto e ouvido e entendido deverá ser posto de lado.”

E saindo dessa vale o viajante entra rapidamente no...

2) VALE DO AMOR

E no vale do amor que o cidadão global tem o maior desequilíbrio mental e procura um sopro de paz em seu espírito que somente o bem-amado (Baha’u1llah) pode lhe dar:

“..O corcel desse Vale é a dor; e se não houver dor, jamais terminará essa jornada. Nessa condição, o apaixonado não pensa senão no Bem-Amado, nem busca refúgio algum salvo o Amigo..”

O cidadão global sentirá orgulho em perseguir e entregar os opositores ao governo mundial:

Se alguém leva em cativeiro, em cativeiro irá; se alguém matar à espada, necessário é que à espada seja morto. Aqui está a paciência e a fé dos santos. (Apocalipse 13 : 10)

É nesse vale que as pessoas sentirão orgulho em matar centenas de vidas por degolação:

“A todo momento, oferece ele cem vidas na senda do Amado; a cada passo, joga mil cabeças aos pés do Bem-Amado.”

E foi-lhe concedido que desse espírito à imagem da besta, para que também a imagem da besta falasse, e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta. (Apocalipse 13 : 15)

Agora o viajante receberá o galardão do bem-amado no...

3) VALE DO CONHECIMENTO

É nesse vale que os olhos espirituais se abrem e as hostes do mal literalmente conversam com os seres humanos:

“Seus olhos interiores abrir-se-ão e ele conversará secretamente com seu Bem-Amado”

Mas a Bíblia mostra o que realmente está oculto nessas palavras doces de Baha’u’llah (Apocalipse 10:9):

MAS o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios; (I Timóteo 4 : 1)

Para ir “esquentando” o clima da nova ordem, a Rainha dos céus manda mensagens para os seus fiéis como essa:

“A Minha perseverança no mundo inteiro e entre vós é sinal da Minha preocupante ternura de Mãe. Há séculos, tenho vindo ao mundo por meio de inúmeras aparições para pedir-vos a conversão e a Consagração ao Meu Imaculado Coração.”
http://www.apelosurgentes.com.br/content/view/71/80/

A Rainha dos Céus aguarda apenas a ordem de Baha’u’llah para proclamar a sua nona aparição Mariana e seduzir os habitantes da terra. Essa ordem encontra-se em outro livro de Baha’u’llah chamado : “O senhor das Hostes”:

“...22 Ó Donzela dos significados interiores! Sai do aposento da expressão com a permissão de Deus, o Senhor dos céus e da terra. Revela, então, teu próprio ser, adornado com o ornamento do Reino celeste( ...) para exaltar e magnificar este Jovem que Se estabeleceu, no âmago do Paraíso...”

Assim como nos tempos do profeta Jeremias o povo oferecerá libações para a Rainha dos Céus, a Baha’u’llah e a outros deuses novamente:

Os filhos apanham a lenha, e os pais acendem o fogo, e as mulheres preparam a massa, para fazerem bolos à rainha dos céus, e oferecem libações a outros deuses, para me provocarem à ira. (Jeremias 7 : 18)
Isso foi apenas um pequeno ensaio, pois é impossível definir os sete vales devido a suas infinitas vozes.
Referência:

14 de set de 2008

Os sete trovões do Apocalipse

É impossível alguém aceitar as leis da nova ordem mundial (O kitáb-i-aqdas) sem antes passar pelos sete vales de Baha’u’llah. São esses os responsáveis pela mudança de comportamento de toda a humanidade.

E clamou com grande voz, como quando ruge um leão; e, havendo clamado, os sete trovões emitiram as suas vozes. (Apocalipse 10 : 3)

Compete a comunidade Bahái entregar esses sete trovões com suas infinitas vozes para os líderes mundiais e seus assessores. Abaixo temos a foto do atual presidente (“lula”) recebendo o seu exemplar, após ter vencido as eleições do seu primeiro mandato:

Notícia:
Membros da Assembléia Espiritual Nacional do Brasil têm reunião com o recém-eleito Presidente do Brasil

A reunião foi caracterizada por extrema cordialidade e os seguintes documentos foram oferecidos a ele com breve comentários de parte de cada um dos representantes bahá'ís na reunião:


- Os Sete Vales
- O documento sobre Bahá'u'lláh
- A Prosperidade da Humanidade
- A Promessa da Paz Mundial
- Momento Decisivo para Todas as Nações
- O documento preparado pela Assembléia Espiritual Nacional do Brasil para a eleições de 1995 com sugestões para os novos Presidente, Governadores e Parlamentares.

http://www.uga.edu/bahai/2002/021030.html


Baha’u’llah criou os sete vales, mas nem ele atribuiu um nome específico para cada um. Na introdução ele descreve os vales usando palavras indefinidas como: “alguns e outros”, pois nem mesmo o criador dos sete vales pode definir a amplitude desse poder:

“..as etapas que marcam a jornada do peregrino desde a morada de pó até a pátria celestial são consideradas sete. Alguns as têm denominado Sete Vales e, outros, Sete Cidades...”

Em Apocalipse 10:4, o Apóstolo João viu a introdução das vozes dos trovões, mas quando ele ia escrever o texto foi selado. O Apóstolo João jamais poderia escrever algo semelhante ao texto acima dizendo que esses sete trovões levam a humanidade para a pátria celestial.

E, quando os sete trovões acabaram de emitir as suas vozes, eu ia escrever; mas ouvi uma voz do céu, que me dizia: Sela o que os sete trovões emitiram, e não o escrevas. (Apocalipse 10 : 4)

Mas esse segredo somente será revelado quando o sétimo anjo do apocalipse tocar a sua trombeta...

Mas nos dias da voz do sétimo anjo, quando tocar a sua trombeta, se cumprirá o segredo de Deus, como anunciou aos profetas, seus servos. (Apocalipse 10 : 7)

...e quando o Senhor Jesus destruir a nova ordem mundial de Baha’u’llah e a terra para reconstruir o seu reino celestial eterno e também para julgar a humanidade:

E o sétimo anjo tocou a sua trombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso SENHOR e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre. (Apocalipse 11 : 15)


As vozes dos sete trovões

Cada um dos trovões (ou vales) possuem infinitas vozes que servem de inspiração para a criação de infinitas estratégias. Por exemplo: O plano de seis etapas de mudança do comportamento é uma dessas estratégias. Não existe uma ordem especifica e nem mesmo um início, mas os objetivos principais dos sete vales são 4 :


1) VALE DA UNIDADE

Estabelecer uma comunidade com espírito de unidade global e cooperação com o governo mundial.

O que diz a palavra de DEUS:

Tanto mais que, por ser dado ao vinho é desleal; homem soberbo que não permanecerá; que alarga como o inferno a sua alma; e é como a morte que não se farta, e ajunta a si todas as nações, e congrega a si todos os povos. (Habacuque 2 : 5)

O que diz a palavra de Baha’u’llah:

“...Ele contempla todas as coisas com a vista da unicidade, e vê os brilhantes raios do sol divino...”

As metas do milênio tem como objetivo promover essa unidade em escala mundial.

2) VALE DO CONTENTAMENTO
Batizar as pessoas com o falso "espírito santo."

O que diz a palavra de Deus:
A besta que viste foi e já não é, e há de subir do abismo, e irá à perdição; e os que habitam na terra (cujos nomes não estão escritos no livro da vida, desde a fundação do mundo) se admirarão, vendo a besta que era e já não é, mas que virá. (Apocalipse 17 : 8)

O que diz a palavra de Baha’u’llah:

“Nesse Vale, ele sente as brisas do contentamento divino a soprar do plano do espírito.”

Os sopros desse vale são os sopros do falso "espírito santo."

3) VALE DA ADMIRAÇÃO

Comprovar os sinais da revelação através da ciência.

O que diz a palavra de DEUS:
E engana os que habitam na terra com sinais que lhe foi permitido que fizesse em presença da besta, dizendo aos que habitam na terra que fizessem uma imagem à besta que recebera a ferida da espada e vivia. (Apocalipse 13 : 14)

O que diz a palavra de Baha’u’llah:

“...deus ( a ênfase em minúscula é minha) , o Excelso, depositou nos homens esses sinais para que os filósofos não negassem os mistérios da vida do além, nem tivessem em pouco conta aquilo que lhes foi prometido...”

É para esse fim que o acelerador de partículas começa a procurar não a origem do big bang, mas a partícula do invisível (a partícula de bóson)

4) VALE DA POBREZA

Criar a economia divina de Baha’u’llah.

Após o recolhimento de seus sinais, Baha’u’llah pede que a humanidade guarde uma lembrança desse dia. É essa lembrança ( a estrela de nove pontas) que será colocada na mão ou na testas das pessoas, ou seja, uma fragrância do jardim eterno.

O que diz a palavra de Baha’u’llah:

“...Antes, pois, que o rouxinol do paraíso místico se recolha para o jardim de Deus, e os raios da manhã celestial voltem ao Sol da Verdade, faze um esforço para que, nesse monte de pó que é o mundo mortal, possas aspirar, quiçá, uma fragrância do jardim eterno...”

Uma das tecnologias que já está praticamente pronta é a identificação biométrica por voz, pois ninguém poderá comprar ou vender sem falar o nome de Baha’u’llah com a sua respectiva tradução local. No caso do Brasil a ordem para comprar chama-se “ A glória de deus.”

Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. (Apocalipse 13 : 17)

É nos outros vales (Busca, Amor e Conhecimento) que a maior parte da sociedade deve permanecer para serem obedientes e fiéis o governo mundial.