3 de abr de 2008

O poder oculto nas orações do kitáb


É incrível como alguém cria uma seita que tem o domínio total sobre a ONU e seus seguidores são proibidos de interpretar as escrituras do seu próprio "mestre." Os únicos intérpretes autorizados da fé bahá'i foram : Abdu'l-Bahá e Shoghi Effendi. A proibição encontra-se no artigo K-105 do Kitáb-i-Aqdas:

105. Quem interpreta o que se fez descer do céu da Revelação e altera o seu significado evidente é, verdadeiramente, dos que deturparam o Verbo Sublime de Deus e, no Livro Lúcido, conta-se entre os perdidos.

O governo mundial caminha totalmente do lado oposto da verdade, pois o Senhor Jesus jamais escondeu verdade alguma sobre os seus ensinamentos:

Jesus lhe respondeu: Eu falei abertamente ao mundo; eu sempre ensinei na sinagoga e no templo, onde os judeus sempre se ajuntam, e nada disse em oculto. (João 18 : 20)

Agora vamos ver o que a verdadeira palavra de DEUS (a Bíblia) diz sobre esse ocultistmo que Baha’u’llah criou:
Mas nada há encoberto que não haja de ser descoberto; nem oculto, que não haja de ser sabido. (Lucas 12 : 2)
Os Bahá'is são obrigados a recitar a frase "Alláh'u'Abhá" ("deus" é o mais glorioso), uma variação do Máximo Nome, 95 vezes, todos os dias usando um colar contendo 95 esferas. Isso se encontra descrito no artigo K-18:

18. Ordena-se a cada um dos crentes em Deus, o Senhor do Juízo, que todos os dias, após abluir as mãos e a face, sente-se e então, volvendo-se para Deus, repita “Alláh’u’Abhá” noventa e cinco vezes.



Esse tipo de oração está totalmente errada! DEUS não ouve esse tipo de oração:

E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios, que pensam que por muito falarem serão ouvidos. (Mateus 6 : 7)

A repetição continua dessas frases ou orações fazem com que satanás “sopre” a inspiração do seu plano de governo mundial em seus agentes humanos. O número 95 não foi escolhido por acaso, atrás dele se esconde a prática de feitiçaria cabalística descrita abaixo:

O número mais usado na prática da cabala no Governo mundial é o 3. Abaixo temos a distribuição numérica somente do parlamento das religiões:




Esse número representa os três espíritos imundos que sairão da boca de satanás:

E da boca do dragão, e da boca da besta, e da boca do falso profeta vi sair três espíritos imundos, semelhantes a rãs. (Apocalipse 16 : 13)

Por isso o três é tão importante. Agora basta distribuir o número 3 no número 95.

Primeiro o número 9:
9= 3 + 3 + 3. Essa é a formação do parlamento das religiões.

Agora o número 5:
5 = 3 + 2 ou (1+1).

Esse outro número 3 está representando os demônios saindo do parlamento das religiões para provacarem o Armagedom.

Porque são espíritos de demônios, que fazem prodígios; os quais vão ao encontro dos reis da terra e de todo o mundo, para os congregar para a batalha, naquele grande dia do Deus Todo-Poderoso. (Apocalipse 16 : 14)

O número 2 é igual a 1 + 1 representa a Besta de Dois chifres:

E vi subir da terra outra besta, e tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro; e falava como o dragão. (Apocalipse 13: 11)

Dessa forma podemos concluir que: Os membros Casa Universal de Justiça recitam essas frases para terem respostas sobre como dar continuidade ao plano de governo mundial antes de encaminharem para a ONU. Baha’u’llah explica isso no artigo K-126:

126. No Bayán vos fora proibido fazer-Nos perguntas. O Senhor agora vos exime dessa proibição, para terdes a liberdade de perguntar o que precisais perguntar...

O resultado disso são dezenas de eventos premeditados com assinaturas ocultistas, como por exemplo: os atentados de 11 de setembro, o treinamento militar do príncipe Harry e muitos outros. E assim a feitiçaria cabalística continuará enganando os próprios Baha’is até que se concretize a nova ordem mundial, ou até que esses três demônios seduzam os governates para a guerra final.

Referência:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Leis_bahá
Obs.: As vezes o wikipedia publica algo realmente verdadeiro.