14 de fev de 2008

A função da Casa Universal de Justiça e dos locais “sagrados”


Algumas pessoas já ouviram falar e outros já conhecem os principais projetos da ONU como: Agenda 21, carta à terra, direitos humanos, metas do milênio e outros. Mas de onde vem a inspiração desses projetos?

Todos esses projetos são criados na Casa Universal de Justiça (ou a sede do futuro parlamento das religiões) que é a instituição máxima da fé Baha’i, ela foi criada com o objetivo de se transformar na sede do governo espiritual na Nova Ordem Mundial. Os seus nove principais membros são eleitos a cada 5 anos e são organizados em três grupos de três.

O Centro Mundial e Administrativo da Fé Bahá´i, construído na Terra Santa sob a orientação da Casa Universal de Justiça, organismo supremo da administração Bahá´i é denominado a Metrópole do “Reino de Deus na Terra.” Este Centro foi estabelecido no Monte Carmelo, que é sagrado para os judeus, cristãos (católicos), muçulmanos e para os bahá´is, e que se destaca dos demais montes, pela sua importância histórica, religiosa e mística.

No monte Carmelo também se encontra o mosteiro da Nossa Senhora do Carmo para que os católicos adorem a Rainha dos céus e também façam parte da nova ordem mundial.

No Santuário do Báb será o local pelos quais os 10 reis, governantes e o anticristo tomarão posse do governo mundial consolidando assim a tão esperada reforma da ONU ou como o atual presidente brasileiro (prefiro nem dizer o nome) diz “a nova ordem internacional.”

E os dez chifres que viste são dez reis, que ainda não receberam o reino, mas receberão poder como reis por uma hora, juntamente com a besta. (Apocalipse 17 : 12)


A reforma financeira foi descrita por Abdu’l’Bahá durante a sua visita aos Estados Unidos, abaixo o trecho mais importante:

16 DE ABRIL DE 1912
Palestra no Hotel Ansonia para os Amigos Bahá'ís de Nova Jersey
Esquina das Ruas Broadway com Setenta e Três, Nova Iorque

Bahá'u'lláh, através do poder celestial, reuniu o Oriente e o Ocidente. Em breve saberemos que eles foram reunidos pelo poder de Deus. A unicidade do reino humano suplantará a bandeira da opressão e todos os povos do mundo se reunirão sob sua proteção.
A proteção consiste em: uma moeda, uma religião e um governo global.



O poder “celestial financeiro” que unirá o oriente e o ocidente são a cabala e a maçonaria. O próprio Abdu’l também fez outra palestra na casa de teosofia dizendo que eles juntamente com estas religiões estabelecerão a Nova Ordem financeira “divina” na terra, pois possuem o mesmo objetivo. Abaixo um pequeno trecho dessa palestra:

30 DE MAIO DE 1912
Palestra na Loja Teosófica
Esquina da Broadway com Rua Setenta e Nove, Nova Iorque

Como estamos de acordo com eles, certamente há esperança de unidade e concórdia entre bahá'ís e teosofistas. Seus propósitos são os mesmos, seus desejos, apenas um, e as sensibilidades espirituais são comuns a ambos. Suas atenções são dedicadas ao Reino divino; ambos participam igualmente de suas graças.


A Bíblia chama essa união de Besta de dois chifres:

E vi subir da terra outra besta, e tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro; e falava como o dragão. (Apocalipse 13 : 11)

Com a união desses duas religiões através dos respectivos símbolos e por um ritual de magia no dia da revelação será criada a identificação planetária...

Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. (Apocalipse 13 : 17)



Mas ela só poderá ser implantada quando os cristãos rebeldes (principalmente evangélicos), que continuam acreditando que não é necessário ler o livro de Apocalipse, ou os que estiverem fazendo parte do governo mundial e os que tampam os ouvidos só em ouvir a palavra “ Apocalipse” forem presos e decapitados.

Mas a casa de Israel não te quererá dar ouvidos, porque não me querem dar ouvidos a mim; pois toda a casa de Israel é de fronte obstinada e dura de coração. (Ezequiel 3 : 7)


Obs.: Os aderentes da nova era chamam esse evento de “limpeza astral definitiva da terra.”