11 de set de 2007

O Apocalipse Judaico


O Apocalipse Judaico


Eu vim em nome de meu Pai, e não me aceitais; se outro vier em seu próprio nome, a esse aceitareis. (João 5 : 43)


O Senhor Jesus é visto pelos Judeus como apenas mais um profeta nos dias atuais. E mesmo na época em que o Senhor Jesus esteve na terra, os judeus aguardavam um Deus de riquezas para governar o mundo. Os Mulçumanos, o Islã e os Judeus não sabem, mas, estão aguardando a mesma revelação.

Israel no passado serviu a vários deuses; nos dias atuais a maçonaria possui uma forte presença que pode ser vista, por exemplo, na arquitetura da suprema corte, onde o olho de lúcifer já se encontra completo e não separado como na nota de um dólar. A maçonaria também aguarda a revelação do grande executivo mundial (o Bíblico anticristo).

Dividir para governar, essa é a ordem no oriente médio. As hostilidades no oriente médio só terão um suposto fim quando surgir a revelação em Jerusalém e mesmo assim, será necessário um acordo de paz temporário.

Como a suposta revelação divina acontecerá em Jerusalém, mais uma vez a disputa pela cidade será motivo de uma guerra mundial.

Conclusão: O oriente médio está de acordo com o plano de globalização da ONU. A unificação de todas as religiões do oriente médio acontecerá no dia da suposta revelação de DEUS. E através de um ritual de magia a terra será governada por um sistema de governo Totalitário.

E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira; (II Tessalonicenses 2 : 11)