12 de out de 2007

A chegada da TV digital


A TV digital contribuirá muito na criação de uma sociedade sem sentimentos, consumista e manipulada. E vem ai o imbecil coletivo digital!
(*)“É evidente que as décadas de um futuro próximo verão a integração das tecnologias da informática, telefonia e televisão num único sistema unificado de comunicação e informação, cujos aparelhos estarão disponíveis em larga escala e a baixo custo”. (Bahá’u’lláh)

Mesmo antes da Liga das Nações, os principais milionários da terra ficaram tão surpresos quando conheceram o plano de governo de Baha’u’llah para a área de tecnologia (e as outras áreas também) que “investiram” em duas guerras mundiais fabricadas (e isso sem nenhum remorso) para que as Nações Unidas surgisse, dessa forma os Baha’is continuaram a avançar com o plano de governo mundial.

Esse mecanismo de informação integrado foi profetizado no século XIX por Bahá’u’lláh, não acredite em mim, clique no link abaixo, leia o segundo parágrafo onde baha’u’llah diz “um mecanismo integrado para a comunicação global.”

http://info.bahai.org/portuguese/bahais-united-nations.html

As nações mais ricas tiveram acesso primeiro a essa tecnologia, e depois de muito tempo os países em desenvolvimento (como o Brasil) também entraram na Nova Era Digital de comunicação. Claro que os investimentos necessários foram feitos através de empréstimo realizados por instituições financeiras ligadas ao ECOSOC (conselho econômico da ONU).

Porém no Brasil, decidindo apressadamente, o governo acabou aderindo a um padrão (o japonês) que só responde às questões de imagem e mobilidade, deixando de fora do Sistema Brasileiro de Televisão Digital Terrestre (SBTVD-T).

Essa interatividade mínima já é o suficiente para dar continuidade ao processo de imbecilização midiástica comunista no Brasil. Não se engane a TV digital no Brasil não visa a inclusão e sim a imbecilização.

O primeiro passo rumo a TV digital já foi dado com a inauguração do novo canal do empresário “evangélico” e agora aliado do governo comunista do PT Edir Macedo. Em seu novo canal são apresentadas tantas notícias que no final do dia o telespectador chega a conclusão que é melhor não ter nenhuma opinião sobre qualquer assunto.

As noticias seguem a risca o roteiro da mídia mundial. Os novos repórteres falam de forma alternada e lenta, na maioria das vezes “cantam” a última palavra de cada parágrafo. Isso provoca um retardamento na compreensão do telespectador.

Os comerciais apelativos sobre a “salvação do planeta” são repetidos várias vezes durante o dia. Ora, esse tipo de comercial é oposto dos ensinamentos Bíblicos. A terra vai ser destruída e ponto final!

Nem a sua prata nem o seu ouro os poderá livrar no dia da indignação do SENHOR, mas pelo fogo do seu zelo toda esta terra será consumida, porque certamente fará de todos os moradores da terra uma destruição total e apressada. (Sofonias 1 : 18)

As noticias de morte do tipo “quem matou quem” que são usadas como principais atrativos do jornalismo moderno se forem distribuídas em dezenas de canais alternativos farão com que as pessoas não se choquem com mais nada.

E mesmo antes da realização do II fórum espiritual já se pode esperar que os esotéricos também vão querer um espaço na mídia . Ora, se o principal objetivo da TV digital é destruir os valores Bíblicos, embaralhando-os com programas do Movimento Nova Era então não há necessidade de interatividade, pelo menos por enquanto.
Depois que o conceito de verdade estiver praticamente destruído, os sinais proféticos do grande dia da revelação poderão ser vistos por todos nos bares, nos lares, celulares, ônibus ou em qualquer outro lugar imaginável. Esse é o principal objetivo da mobilidade da TV digital. O atual presidente do Brasil sabe a verdade sobre o plano de governo mundial, por esse motivo o acordo fechado com o Japão foi de uma TV digital básica. Em fim, diversidade de informação é a destruição da verdade em todos os sentidos.