2 de out de 2007

As “pérolas” da globalização


Esta é uma pequena relação dos principais pensamentos dos globalistas mundiais. Todas as pessoas que estão no topo da pirâmide possuem a mesma ideologia da fé Bahá’i, afinal, todo o plano de governo mundial foi profetizado por Bahá’u’lláh, mas, quando esses pensamentos são confrontados com a Bíblia se tornam assustadores.


A ONU Material:


2) A governança global pode ser definida como a soma de todas as maneiras pelas quais todos os indivíduos e instituições, públicas ou particulares, administram seus interesses. É um processo contínuo pelo qual interesses conflitantes ou divergentes podem ser solucionados e assim adotar uma ação cooperativa. A governança global envolve tanto organizações não-governamentais, como as governamentais, movimentos de cidadania, corporações multinacionais e o mercado global de capital. Interagindo com todos eles encontram-se os meios de comunicação globais.-CGG


10) As três características fundamentais de um líder moral são: 1- Conhecimento básico do mundo em que vive;2- Visão (utopia) clara do mundo que deseja alcançar; 3- Compromisso pessoal para trabalhar para tornar realidade este mundo ideal.

11) Agirmos só no presente, sem uma visão de algo melhor, é apenas passatempo. E sonhar com o mundo melhor, sem tentarmos mudar na prática o nosso mundo real, é apenas um sonho. Filósofos e sonhadores tivemos e temos em grande quantidade. O que necessitamos é de Líderes Morais.

12) Educação: "Considerai o homem como uma mina rica em jóias de inestimável valor. A educação tão somente pode fazê-la revelar seus tesouros e habilitar a humanidade a tirar dela algum beneficio"- Baha'u'llah.


15) Através de toda a história da humanidade a ordem mundial raramente, possivelmente nunca, foi edificada sobre a paz e a justiça.


17) Famílias se juntam para formar clãs, clãs se juntam para formar tribos, tribos se juntam para formar domínios, domínios se juntam para formar estados, estados se juntam para formar nações...


20) "Os problemas da humanidade não podem mais ser resolvidos por governos nacionais. O que se precisa é um Governo Mundial. A melhor maneira de chegar a ele é fortalecendo o sistema da ONU" - Jan Tinbergen, laureado com o Prêmio Nobel de Economia em 1969.


21) "Uma única moeda permanente eliminaria grande parte, se não toda a turbulência atualmente associada à imensa quantidade de especulação cambial nos mercados mundiais"- James Tobin, laureado com o Prêmio Nobel de Economia em 1981.



23) O mundo precisa de líderes fortalecidos pela visão, sustentados pela ética e revelados pela coragem política que vê além da próxima eleição." - CGG

24) Unidade da Raça Humana : "Somos uma única espécie, um único povo. Cada indivíduo nesta Terra é um membro da espécie homo sapiens sapiens e as variações geográficas que vemos entre os povos são apenas mudanças biológicas sobre um mesmo tema básico. A capacidade humana para a cultura permite sua abordagem de modo bem diferentes e cheios de matrizes. As diferenças, geralmente muito profundas, entre essas culturas não devem ser vistas como divisões entre os povos. Pelo contrario, as culturas devem ser interpretadas como aquilo que realmente são: a expressão máxima do que significa pertencer a espécie humana." - Paleontólogo Richard Leaky, 1977.

25) CONSULTA: A causa de compreenção e de despertar. A Consulta é o processo que permite a um grupo aproveitar da melhor forma possível, a sabedoria e a experiência coletiva de seus membros. Etapas do processo decisório: 1.Definição do objetivo da reunião. 2.Levantamento dos fatos pertencentes ao assunto. 3. Identificação dos princípios em que deverão ser baseadas as decisões 4. Debate e pronunciamento das idéias. 5. Formulação da moção e votação. 6. Definição da ação a ser tomada.

27) Prosperidade Global: O conceito de desenvolvimento precisa ser redefinido. O desenvolvimento econômico e social baseado em concepções materialistas da vida não tem sido capaz de atender às necessidades da espécie humana. Precisamos de uma visão da prosperidade humana no mais pleno sentido da palavra - um despertar para as possibilidades de bem-estar espiritual e material hoje ao nosso alcance. Seus beneficiários devem ser todos os habitantes do planeta, sem nenhuma restrição. Precisamos reexaminar valores, atitudes e crenças que atualmente sustentam as abordagens para o desenvolvimento econômico e social. Um consenso de entendimento da natureza humana também precisa ser alcançado.


35) Para mudar estes sistemas devemos mudar a motivação subjacente sobre a qual eles estão baseados. Mas que nova base oferecer? A Baha'u'llah propõe uma solução para este dilema. A base de nossa economia nesta nova era deveria ter duas componentes: Serviço e Cooperação. A motivação básica individual para produzir deveria ser serviço para outros. Esta motivação básica deveria suplantar tanto a motivação socialista de segurança e satisfação das necessidades como a motivação capitalista de desejo por consumo crescente. Além disso, o motivo serviço deveria expressar-se individual e coletivamente através de cooperação ao invés de competição. Indubitavelmente a motivação de serviço representa um nível mais elevado de moralidade do que as motivações básicas do socialismo ou do capitalismo. Serviço implica em um enfoque geralmente menos egoísta para a vida do que satisfação de necessidades ou satisfação de desejos. Similarmente, cooperação ao invés de competição implica em um modo menos interesseiro de relacionamento entre grupos.


40) O utilitarismo não oferece um mecanismo pelo qual nós possamos estabelecer uma diferença entre o conjunto de ações que conduzem à prosperidade e aqueles que não conduzem. Se nós aderimos à paz, é porque ela promove o bem-estar social. Se declaramos alguma guerra, isto também possivelmente acontece, porque com guerra chegamos a uma maior utilidade para preservar a nossa segurança nacional, do que com negociações ou alguma rendição ao oponente.


48) O primeiro de entre todos os valores morais, é o da consciência da unicidade da humanidade. A primeira de entre todas as praticas éticas é a da criação de unidade sempre que seja encontrada desunidade. Outros princípios importantes, essenciais ao desenvolvimento e transformação da sociedade humana são: a eliminação do preconceito baseado em religião, raça, nação, classe ou sexo; crença nos direitos e oportunidades universais para o homem; harmonia entre a ciência e a religião; necessidade de cada indivíduo buscar incessantemente a verdade; necessidade de educação obrigatória e universal; irradicação de extremos de pobreza e riqueza; a preservação da santidade do casamento e da vida familiar; e a necessidade de preservar o ambiente através de uma correcta relação com o que nos rodeia.



55) A educação deve equipar os estudantes com a capacidade de se relacionarem, de maneira apropriada, aos três mundos que os seres humanos habitam, o mundo espiritual do desenvolvimento interior, o mundo social das relações entre pessoas e o mundo da natureza que nos rodeia a todos.

61) Restabelecer uma relação adequada entre os seres humanos e a natureza requer não só uma transformação pessoal e psicológica como também social. Só quando a dimensão espiritual da natureza humana for aplicada à organização da sociedade pode a crise global do ambiente ser tratada. Hoje, a humanidade só pode ser transformada através de valores universais. Apenas estes levam os indivíduos e os povos a actuar de acordo com os interesses a longo prazo do planeta e da humanidade como um todo. Tais qualidades como amor, compaixão, perseverança, justiça, confiança, coragem e humildade, a percepção do valor intrínseco de todas as formas de vida e de uma crescente consciência da interdependência de todas as formas de vida, deve ser não só parte do nosso pensamento e sentimento mas deve também encontrar expressão legal e social.

66) A consulta é o processo que permite a um grupo aproveitar da melhor forma possível, a sabedoria e a experiência coletiva de seus membros. Consulta é a causa de compreensão e de despertar. A Consulta é o processo que permite a um grupo aproveitar da melhor forma possível, a sabedoria e a experiência coletiva de seus membros.

69) No mundo globalizado é necessário estabelecer um sistema descentralizado baseado primeiramente no indivíduo e na família; autoconfiança local e nacional associada a uma sofisticada interdependência nos níveis global, nacional e local. Um sistema que administre os recursos em benefício de toda a comunidade ao invés de uma luta para obter riqueza para indivíduos, classes dominantes ou monopólios estatais. A reconstrução das vilas envolve o estabelecimento de uma instituição comunitária central, chamada "Depósito Geral", dirigida por um conselho de fidecomícios democraticamente eleitos e responsáveis pela alocação de recursos e serviços. O Depósito combina funções de regulação econômica, empréstimo e serviço social. Sua primeira responsabilidade é estabilizar a economia rural. Isso garante uma renda mínima para os fazendeiros sob qualquer condição de colheita. Os fundos excedentes são então encaminhados para o tesouro nacional, presumivelmente para ser aplicado de forma semelhante no conjunto de comunidades.


71) A tarefa de construir uma nova ordem econômica e social está associada à reestruturação da agricultura para assegurar viabilidade econômica a produtores em comunidades autoconfiantes, que são células vitais num organismo global baseado na interdependência cooperativa. Nós devemos dar um cunho espiritual ao nosso trabalho agrícola, para elevá-lo à condição de devoção, e, nesse processo, transformar nossas próprias vidas em correspondência com a vontade de Deus, revelada pela natureza e as Escrituras. Devemos conduzir nossas vidas individualmente e coletivamente de tal forma a garantir uma sociedade sustentável equilibrando os desenvolvimentos espiritual e técnico. Devemos ter uma visão de nossa conexão com a Terra num estado inspirado no qual estejamos fortalecidos para assumirmos total responsabilidade pela formação de uma sociedade em contínuo desenvolvimento.



A ONU espiritual:


6) Conforme Hatcher: "A espiritualidade é o processo de um desenvolvimento pleno, adequado, apropriado e harmônico das capacidades espirituais do homem". As capacidades espirituais são aquelas relacionadas com O intelecto ou a compreensão; i.e., raciocínio, memória, percepção e imaginação. O sentimento ou do "coração"; i.e., amor, intuição, compaixão e bondade. A vontade ou volição; a capacidade de iniciar e continuar uma ação.

7) Moralidade: Aquilo que estimula e faz progredir o processo do desenvolvimento espiritual é bom e aquilo que tende a inibi-lo é mau.

14) Traz junto "hardware" dos aspectos políticos, da economia e da ciência com o lado "software" da religião, da filosofia, da educação e da ética.

16) As religiões mais importantes do mundo têm na sua essência a consciência da unidade espiritual da humanidade sob um Deus único ou sob alguma grande ordem cósmica.

19) A Regra de Ouro: Budismo: "Não firas os outros de um mo do que não gostarias de ser ferido"Udanda-Varqa 5:18 Zoroasterismo: "Aquela natureza só é boa quando não faz ao outro aquilo que não é bom para ela propria" Dadistan-i Dinik 94:5 Judaísmo: "O que te é odioso, não faças ao teu semelhante. Esta é toda a Lei, o resto é comentário." Talmude, Shabbat 31a Hinduísmo: "Esta é a soma de toda a verdadeira virtude: trate os outros tal como gostarias que eles te tratassem. Não faças ao teu próximo o que não gostarias que ele depois fizesse a ti." Mahabharata Cristianismo: "O que quereis que os homens vos façam, fazei -o também a eles." Lucas 6:31 Islamismo: "Nenhum de vós é um crente até que deseje a seu irmão aquilo que deseja para si mesmo." Sunnah Taoísmo: O homem superior "deve apiedar-se das tendências malignas dos outros; olhar os ganhos deles como se fossem seus próprios, e suas perdas do mesmo modo." Thai-Shang Confucionismo: "Eis por certo a máxima da bondade: Não faças aos outros o que não queres que façam a ti" Analectos XV,23 Fé Bahá'í: "Não desejar para os outros o que não deseja para si próprio, nem prometer aquilo que não pode cumprir." Gleenings.

22) Ética Global: "Afirmamos que um conjunto comum de valores essenciais é encontrado nos ensinamentos das religiões, e que estes formam a base de uma ética global. Já existem antigas orientações para o comportamento humano, que são encontradas nos ensinamentos das religiões do mundo e que são a condição para uma ordem mundial sustentável. - A declaração "Por uma ética global" por Parlamento das Religiões Mundiais, realizado em Chicago em 1993.

30) Uma nova moralidade é necessária no relacionamento entre as nações e povos do mundo. A meta é o estabelecimento da unidade na diversidade mundial. O conceito de unidade é simples e complexo, ao mesmo tempo - simples porque cada um tem uma noção de sua natureza, e complexo, porque requer uma reorientação total dos pontos de vista sobre todos os aspectos da vida. O conceito da unidade da humanidade implica uma mudança orgânica na estrutura da sociedade atual, uma mudança tal que até agora o mundo nunca experimentou. O conceito da natureza espiritual do homem introduz uma nova dimensão na questão da igualdade - a dimensão da plenitude humana. Um relacionamento de igualdade requer cooperação no lugar de competição, flexibilidade no lugar de rigidez, gentileza no lugar de grosseria, e humildade no lugar da arrogância

34) Uma visão holística nos leva a uma profunda consciência ecológica que nos faz indagar questões profundas quanto ao tipo de sociedade, tipo de educação e tipo de religião é útil para todos os povos que vivem na superfície da Terra.


38) o utilitarismo encara um indivíduo como a expressão da utilidade, da satisfação, do prazer, da felicidade ou do desejo de realização. Em sua essência, a utilidade se torna a medida da realização do nosso desejo, o denominador comum de tudo que queremos.

51) A transformação espiritual da sociedade começa com a transformação espiritual dos próprios indivíduos.
O original se encontra no site: http://www.rcgg.ufrgs.br/ (THE RESEARCH CENTRE FOR GLOBAL GOVERNANCE )