24 de out de 2008

Banda larga sem fio WiMax será testada em SP

Começam nesta sexta-feira, em São Paulo, os testes da tecnologia WiMax. O projeto-piloto da Telefônica, Intel e Motorola, atingirá os bairros de Pinheiros e Jardins, com 150 clientes pré-selecionados. O objetivo é verificar a viabilidade técnica, como o mercado vai receber a tecnologia e obter a avaliação dos usuários
Com duração de três meses, o teste poderá ser prorrogado por igual período dependendo dos resultados. Utilizando a freqüência de 2,5 gigahertz, o serviço vai oferecer acesso à Internet via banda larga com velocidade de 2 Mbps para download e 600 Kbps para upload. O sinal será enviado por três estações rádio base (ERBs) montadas nas ruas Butantãs, dos Pinheiros e Bela Cintra, segundo comunicado das empresas.

Os usuários precisarão instalar um modem WiMax, que é conectado à tomada elétrica para receber o sinal enviado ao computador. A tecnologia de transmissão de dados em alta velocidade WiMax é mais veloz e tem maior alcance que o Wi-Fi e permite a oferta de banda larga em locais de difícil acesso ou onde não viável utilizar rede de cabos ou fibras ópticas.

De acordo com as três empresas, a tecnologia WiMax em 2,5 gigahertz poderá estar disponível comercialmente a partir do primeiro trimestre de 2009 se houver a homologação dos equipamentos.

A Telefônica, que pretende oferecer o serviço em complementaridade à sua rede de banda larga, tem testes previstos também no Rio de Janeiro, Curitiba e Porto Alegre.

http://tecnologia.terra.com.br/interna/0,,OI3278881-EI4796,00.html